Os sinos dobram pela primeira Beata do Ceará: Menina Benigna será beatificada dia 24 de outubro

Menina Benigna vai se tornar a primeira pessoa nascida no Ceará beatificada pela Igreja Católica

Desde o domingo (1º), o quadro da Beata Benigna estava sendo levado em peregrinação por todas as paróquias
Legenda: Desde o domingo (1º), o quadro da Beata Benigna estava sendo levado em peregrinação por todas as paróquias
Foto: Divulgação

Hoje, as torres de 57 paróquias do Sul do Ceará soaram ao mesmo tempo em homenagem à Menina Benigna. As igrejas fazem parte da Diocese do Crato. Às 15h desta segunda-feira (2), na Sé Catedral de Nossa Senhora da Penha, o bispo Dom Magnus Henrique Lopes anunciou a data em que será beatificada a mártir de Santana do Cariri. Será no dia 24 de outubro, dia do martírio, em Celebração solene.

Desde ontem, o quadro da Beata Benigna estava sendo levado em peregrinação por todas as paróquias. Começou pela matriz de Santo Antônio em Jardim.

Hoje, houve uma parada em Penaforte, que tem como padroeira Nossa Senhora da Saúde; amanhã, Abaiara, paróquia do Imaculado Coração de Maria. Acompanha o quadro com a imagem de Benigna um livro de histórias sagradas que pertenceu a ela, considerado uma relíquia de segundo grau.

A Menina Benigna vai se tornar a primeira pessoa nascida no Ceará beatificada pela Igreja Católica. Benigna Cardoso da Silva tinha 13 anos quando morreu em 24 de outubro de 1941. Ficou conhecida como heroína da castidade por ter sido assassinada ao se negar a ter relação sexual com outro jovem.

Católica dedicada, com a curta vida repleta de virtudes cristãs, o martírio foi o bastante para convencer a Congregação para as Causas dos Santos. Mas a santidade oficial de Beata Benigna é só uma questão de tempo. 

A beatificação é o último degrau antes da canonização. Para tanto, são necessários dois milagres. A julgar pela quantidade de fiéis que fazem romaria à capelinha de Inhumas todos os anos, essa tarefa será fácil. De uma terra de muita fé — e não apenas católica — não se esperava algo diferente: teria mesmo que ser do Cariri a primeira alma beatificada do Ceará.