Nego Di terá que prestar depoimento à polícia após denúncias de intolerância religiosa

A informação foi confirmada pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi)

Escrito por Redação,

Zoeira
Legenda: Uma carta precatória, que é utilizada por juízes quando um indivíduo é de comarca diferente, deve ser encaminhada a Nego Di
Foto: reprodução/TV Globo

O ex-BBB Nego Di irá prestar depoimento por conta de denúncias de intolerância religiosa. A informação foi confirmada pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), que irá expedir carta precatória direcionada ao gaúcho, já que ele não reside no Rio de Janeiro.

As denúncias foram feitas por conta de um episódio envolvendo tanto Nego Di como Projota, Karol Conká e Lumena dentro do BBB 21. Na ocasião, os quatro lembraram de uma conversa da baiana com Lucas Penteado, que foi eliminado após desistir do programa.

Após o relato, Nego Di afirmou: "Eu xangozei", continuando aos risos para depois completar que chegou a "xangozar no quarto". Logo em seguida, Conká riu do humorista ao afirmar: "Você falando é muito engraçado. 'Eu chamei Xangô, véi'". 

O vídeo do momento repercutiu negativamente nas redes sociais, enquanto Internautas apontaram indícios de intolerância religiosa nos comentários. 

Segundo a delegacia, as investigações continuam em andamento e as imagens do diálogo, que foram solicitadas à Rede Globo, estão sendo aguardadas. 

Assuntos Relacionados