Ex-esposa de jogador de basquete Murilo Becker o acusa de violência doméstica

Segundo Patrícia Pontes, o ex-marido quebrou seu maxilar e a agrediu na frente dos filhos

Escrito por Redação,

Zoeira
Patrícia Pontes e Murilo Becker
Legenda: O caso foi registrado na Delegacia da Mulher de São José dos Campos, interior de São Paulo
Foto: reprodução/Instagram

A ex-esposa do jogador de basquete Murilo Becker, a influenciadora digital Patrícia Pontes, acusou o atleta de agressão. Segundo o relato, o ex-marido teria usado de violência física, na madrugada do último dia 9 de agosto, após ela reclamar da demora dele em devolver os filhos, após eles passarem o fim de semana com o pai. 

Conforme a entrevista que concedeu ao colunista Leo Dias, o caso foi registrado na Delegacia da Mulher de São José dos Campos, interior de São Paulo. Patrícia contou que o jogador havia viajado na companhia dos quadrigêmeos e da filha mais velha, em comemoração ao Dia dos Pais, e atrasou cerca de uma hora e meia para devolver as crianças. Ele deveria ter voltado com às 23h do dia 8, mas só chegou após 00h. 

Na ocasião, a influenciadora disse que foi provocada pela atual namorada de Becker, quando respondeu à mulher, o ex-marido disparou: "Cale a boca, vagabunda".

Em seguida, o atleta teria saído do veículo e ao ser questionado sobre o atraso, ficou bravo e atirou o tênis de uma das filhas contra Patrícia, atingindo o seu rosto. A criadora de conteúdo relatou que o ex-companheiro ainda atirou com força o andador de um dos filhos no chão, e partiu para as agressões físicas. Ela gravou o episódio por orientação dos advogados.  

“Ele acertou primeiro o meu nariz, que ainda está com um osso sobressaltado. Peguei o celular do bolso e disse que estava gravando. Mas ele não parou. Veio para cima de mim. Sentia muita dor, mas ficava de pé. Com o murro nos dentes, não lembrava muita coisa, fiquei no chão. Tenho testemunhas”, relembrou ao Leo Dias.

Conforme ela, as agressões do pivô fraturaram seu maxilar. A filha mais velha do ex-casal, Eduarda, teria tentado intervir na ocasião. Becker ainda teria apagado as imagens do celular da ex-esposa, além de atirar o aparelho no chão duas vezes. 

Após o episódio de violência, Patrícia disse que foi levada para o pronto-socorro da Santa Casa de São José dos Campos, e, depois de ser atendida, foi até a delegacia registrar o caso. Ainda segundo ela, as agressões do atleta causaram lesões no nariz, dentes, dores de cabeça e lesões nos joelhos. A influenciadora disse que desde a data vive com medo

“Não consigo sair porque ele está na rua. Está viajando com a namorada, se divertindo. Depois do ocorrido, ele não viu mais as crianças. Estou fazendo terapia. Anjos que não estão me cobrando. Abraçaram minha causa".

Nesta quinta-feira (26), ela esclareceu que decidiu revelar as agressões por que não se sentiu satisfeita com a agilidade do processo. "A Polícia não fez questão de fazer justiça, isso já deveria estar no fórum. Eu não iria para a mídia, ou para qualquer outro meio de comunicação que fosse, se o agressor não estivesse na rua", escreveu nas redes sociais.

Patrícia e Murilo Becker foram casados entre 2013 e 2018 e tiveram cinco filhos, sendo que os quadrigêmeos possuem paralisia cerebral.

Terapia e cirurgia

Nas redes sociais, a influenciadora revelou nesta quarta-feira (25) que teve que passar por uma cirurgia para corrigir as lesões provocadas pelos ex-companheiro. Após o procedimento, ela disse que passará 14 dias uma dieta especial, apenas com ingestão de líquidos, como sopas e sorvete. 

Patrícia revelou ainda que está fazendo tratamento psicológico com dois profissionais. "Está me fazendo melhor, mas sei que é só o tempo. Ontem a cirurgia me deixou muito triste, não sabia que era tão grave", esclareceu aos seguidores.