Programa de redução de consumo de energia gera R$ 2,4 bilhões de bônus na conta de luz de janeiro

A vigência do programa voluntário gerou um alívio de 4,5% na tarifa do consumidor residencial

Escrito por Redação,

Negócios
Energia
Legenda: O programa também vigorou de setembro a dezembro de 2021
Foto: Agência Brasil

Lançado em setembro de 2021, o Programa de Incentivo à Redução Voluntária do Consumo de Energia Elétrica dará cerca de R$ 2,4 bilhões de bônus na conta de luz de janeiro. 

De acordo com dados do Ministério de Minas e Energia (MME), a economia foi de 5,6 milhões de megawatt/hora (MWh), de setembro a dezembro de 2021, o que representa cerca de 4,5% a menos na tarifa do consumidor residencial. 

Além disso, o bônus gerou uma economia correspondente ao consumo anual do estado da Paraíba ou do Rio Grande do Norte. Desta forma, os 5,6 milhões MWh economizados são suficientes para abastecer 32,8 milhões de famílias por mês.

Vale lembrar ainda que essa redução representa aproximadamente 2,7% do consumo de energia verificado em todo o Brasil de setembro a dezembro de 2020. Isso demonstra a assertividade do programa e a aderência aos propósitos para o qual foi estabelecido.

O que foi o Programa de Incentivo à Redução Voluntária do Consumo de Energia Elétrica?

O programa vigorou de setembro a dezembro de 2021 e foi proposto pelo Governo Federal no âmbito da Câmara de Regras Excepcionais para a Gestão Hidroenergética (CREG) como uma das medidas para enfrentamento do pior cenário de escassez hídrica da história do País.


Mario Mesquita

Comércio exterior do Nordeste

Mario Mesquita
26 de Maio de 2022