Mutirão organizado por influencer emitirá 150 atestados para vacinação de pessoas obesas na Capital

O mutirão vai consultar e medir o IMC das pessoas para o repasse do laudo médico

vacina fortaleza
Legenda: 3ª fase da campanha de vacinação na Capital contempla pessoas com obesidade
Foto: SONG Kyung-Seok/POOL/AFP

Um mutirão gratuito em Fortaleza irá consultar 150 pessoas obesas e emitir laudo médico para comprovação da comorbidade nesta quinta-feira (27), das 14h às 17h, na Aldeota. O documento é obrigatório na 3ª fase da campanha de vacinação contra a Covid-19. Organizada por uma digital influencer e com apoio operacional de uma chefe de confeitaria, a ação já teve inscrições encerradas por conta da alta demanda em poucas horas. 

Durante os atendimentos, as pessoas serão avaliadas por duas nutricionistas e um médico. Os profissionais farão o cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC), que deverá ser maior ou igual a 40 para o repasse do atestado. O evento contará ainda com segurança e voluntários para organizar o distanciamento social. 

"A gente vai organizar medições e consultas com nutricionistas e um médico. Eles vão fazer o cálculo do IMC. A nutricionista vai fazer o laudo e junto com o médico, eles vão assinar o atestado que é o solicitado pela Prefeitura de Fortaleza", explica Carol Zacarias, criadora de conteúdo digital.

Parceria

Além do apoio dos profissionais de saúde, a digital influencer conseguiu o lugar para acolher o público. Será em uma confeitaria francesa da chefe Alessandra Félix, que resolveu ceder uma parte da equipe para organizar o mutirão e distribuir água. 

"Eu topei na hora porque algumas pessoas da minha família se encaixavam nesse quadro da comorbidade por obesidade, e eu sei como é difícil o julgamento das pessoas, como é difícil para muito deles ter esse atestado", justifica Alessandra Félix.

mutirão obesidade
Legenda: O evento foi organizado pela digital influencer Carol Zacarias
Foto: Reprodução

Dificuldade

Foi exatamente as barreiras encontradas pelas pessoas com obesidade que motivaram Carol a pensar no mutirão ainda nessa quarta-feira (26). "Como influenciadora, eu recebo muitos relatos de pessoas comentando que sofreram gordofobia em Upas, postos de saúde e hospitais quando foram tentar conseguir o laudo. Então eu pensei em juntar os amigos e fazer essa corrente do bem gratuita", reforça Carol. 

Legenda: Segundo Carol, que se vacinou contra a Covid recentemente, as barreiras encontradas pelas pessoas com obesidade para conseguir o imunizante foi o que lhe motivou para pensar no mutirão
Foto: Foto: Reprodução

Ao divulgar nas redes sociais, 50 pessoas já tinham manifestado interesse na ação. Após o número triplicar, ela fechou as inscrições para focar nessa primeira leva. Contudo, a influenciadora antecipou que já está articulando uma segunda edição para o próximo sábado (29).

"Quero muito fazer no sábado o dia todo. Já tô fechando a equipe, mas é só um spoiler porque tudo depende de como vai ocorrer hoje". 

 

 

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos do Dias Melhores