BBB21 nem começou e participantes já seguem "fórmula Manu Gavassi" nas redes sociais

A "manugavassização" do BBB21 já é uma realidade. Todos os participantes famosos têm investido em vídeos bem produzidos para a divulgação de seus nomes nas redes sociais. Resta saber se conseguirão ser originais

Manu Gavassi
Legenda: Manu Gavassi no BBB20

Manu Gavassi, você criou um monstro. A estratégia criada pela cantora para suas redes sociais durante sua participação na edição de 2020 do BBB parece ter se tornado regra entre os convidados do grupo camarote em 2021. À época, a cantora e atriz montou um roteiro de mais de 100 vídeos que foram divulgados em sua conta no Instagram de acordo com o avançar do jogo.

Nas entrevistas pós-fim da edição, Manu contou que toda a produção foi feita em tempo recorde e com equipe mínima. Ainda assim, o "storytelling" montado pela participante fez toda a diferença em relação aos demais 'brothers' e a colocou em um patamar de criativa do marketing (ao ponto de ser difícil escrever um texto sobre ela sem usar o 'marketês'. Storytelling é a habilidade de contar histórias utilizando enredo elaborado, narrativa envolvente, e recursos audiovisuais).

Esse ano, com a fórmula famosos e anônimos sendo repetida pela Globo, a cada participante do grupo 'camarote' confirmado, um novo vídeo roteirizado é publicado nas redes sociais. Karol Conka, primeira a ser confirmada, montou uma produção em que reunia suas três 'personas': uma extraterrestre, uma mulher de negócios e uma super star. Carla Diaz seguiu algo parecido, mas preferiu apostar em suas personagens mais conhecidas, desde a pequena Chiquitita e seus corações com buraquinhos, passando pela Khadija e seu 'Inshalá', até a desinibida inimiga de Bibi Perigosa em 'A Força do Querer'.  Mais conhecida nas redes sociais está Camilla de Lucas, que preferiu investir na sua vertente humorística e criar sua versão do "Um Maluco no Pedaço". Todos bacanas, divertidos, mas até agora nenhum surpreendente.

Com a estratégia "crossmedia", Manu pulou de 4,4 milhões de seguidores no Instagram para 14,9 milhões no final da edição. Com o perdão do termo de marketing usado novamente (eu disse ser difícil), "crossmedia" é algo como pensar a distribuição de conteúdo para diversas plataformas, sendo esta narrativa adaptada para cada uma delas. A ideia é interessante: criar uma interatividade com a pessoa confinada na TV e a historinha seguir sendo contada na internet, com linguagem de internet.

Se isso antes era uma preocupação da produção do programa, para manter o espectador ativo nas dinâmicas criadas dentro da casa e trazer audiência, agora é parte essencial de quem se inscreve ou é convidado para entrar no programa. Ou seja, o jogo não é mais jogado somente dentro da casa, é preciso pensar quais peças serão movimentadas fora dela. De personagens manipulados, os participantes passam a se tornar criadores ativos das narrativas que desejam contar com sua participação.

Essa estratégia tira a espontaneidade da participação dentro do programa? Bom, vale lembrar de Bianca Boca Rosa. A influencer e empresária já havia planejado toda a interação de looks usados dentro do programa sendo replicados nas redes sociais para seus mais de 10 milhões de seguidores e... para quem assistiu, lembra bem o que aconteceu. Bianca foi a primeira mulher eliminada e precisou de muita gestão de crise para recolocar sua imagem manchada durante os dias em que ficou confinada. Bem como Manu, que na casa não se envolvia muito nas provas e, dado momento, perdeu a pose de personagem e passou a mostrar sua faceta que a sustentou até a final. E convenhamos que há anos os participantes já não são lá tão espontâneos - nada surpreendente, uma vez que já são mais de duas décadas no ar. 

É importante lembrar que não necessariamente adotar a 'estratégia Manu de redes sociais' fará real diferença na trajetória dos participantes, uma vez que quem ganhou a edição de 2020 foi Thelma Assis, uma médica integrante do grupo 'pipoca', ou seja, anônima no mundo do showbusiness. Ainda assim, é inegável que a criação da cantora mudou a relação com o programa e a audiência web. Vale ficar atenta para saber quem vai conseguir trazer algo inédito nessas produções e se livrar das comparações com a jovem cantora. 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?

Assuntos Relacionados