Irmã de Anderson, do Molejo, diz que MC Maylon é apaixonado por ela

Em relato concedido à Polícia Civil, Riane também declarou que Maylon nunca havia citado o fator virgindade

Escrito por Mylena Gadelha, mylena.gadelha@svm.com.br

Zoeira
Pagodeiro Anderson de Oliveira confirmou encontro com MC, mas informou em depoimento que tudo ocorreu de forma consensual
Legenda: Pagodeiro Anderson de Oliveira confirmou encontro com MC, mas informou em depoimento que tudo ocorreu de forma consensual
Foto: Reprodução/Instagram

A irmã do pagodeiro Anderson Leonardo, vocalista do grupo 'Molejo', prestou depoimento na 33ª DP de Realengo, no Rio de Janeiro, e afirmou que o cantor Maycon Douglas, o Mc Maylon, dizia ser apaixonado por ela. Segundo Riane de Oliveira, o também dançarino teria tentado beijá-la em uma ocasião. As informações são do jornal Extra.

MC Maylon acusou Anderson Leonardo de estupro. Em depoimento, o vocalista do 'Molejo' afirmou ter tido relação sexual em consenso com o jovem de 21 anos.

No depoimento, obtido pela publicação do Extra, Riane de Oliveira afirma ter conhecido o cantor e dançarino no dia 20 de setembro de 2020, durante um dos shows do 'Molejo', realizado em São João do Meriti, na Baixada Fluminense. Na ocasião, contou a recepcionista, eles teriam tirado fotos e trocado número de telefone.

Riane declarou também que Maylon nunca havia citado o fator virgindade e que teria confirmado relacionamentos prévios com pessoas famosas. Além disso, a recepcionista contou, em relato concedido à Polícia Civil, nunca ter escutado sobre um possível interesse de Maylon em Anderson.

Já sobre a presença do MC nas apresentações do irmão, Riane de Oliveira citou o fato como causador de "certo aborrecimento", pontuando que o jovem a sufocava e incomodava. 

De acordo com Riane, no mesmo dia utilizado por MC Maylon para as acusações, em 11 de dezembro, ela teria comparecido a uma casa de shows na Barra da Tijuca, localizada na Zona Oeste do Rio. Por lá, a irmã de Anderson comenta que o dançarino não teria reclamado de dores e sangramentos, não demonstrando também aparência de tristeza como foi informado aos policiais.

Assuntos Relacionados