Restauro da Iracema Guardiã aguarda aval da família de Zenon Barreto

A peça já foi avaliada e analisada por técnicos da Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural da Secultfor (CPHC)

Escrito por João Lima Neto, joao.lima@svm.com.br

Ceará
Obra foi resgatada por equipe da Prefeitura horas depois da queda
Legenda: Obra foi resgatada por equipe da Prefeitura horas depois da queda
Foto: Fabiane de Paula

A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) aguarda autorização da família do artista Zenon Barreto para iniciar o restauro da estátua Iracema Guardiã. 

Desde o último dia 3, a obra está armazenada com o Município após cair da própria base, localizada na Praia de Iracema. 

"No momento, aguardamos resposta da família do artista Zenon Barreto (autor da obra original), que está na Bulgária, para que as diretrizes do restauro estejam alinhadas entre os familiares e a Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural da Secultfor (CPHC)", disse a Secultfor em comunicado enviado ao Diário do Nordeste.

A pasta informou ainda que a obra foi avaliada e analisada por técnicos da CPHC.

"Importante ressaltar que a obra passará por um processo minucioso de restauro, trabalho que demanda estudo aprimorado das técnicas, materiais e métodos empregados em seus processos", disse a Secultfor.

Sobre o prazo para entrega da Iracema à Cidade, a pasta de Cultura declarou que uma previsão será dada após contratação da equipe que executará os reparos.

Presente para a orla de Fortaleza

A estátua Iracema Guardiã foi inaugurada em 1996, em comemoração aos 25 anos do bairro Praia de Iracema.
Legenda: A estátua Iracema Guardiã foi inaugurada em 1996, em comemoração aos 25 anos do bairro Praia de Iracema.
Foto: Divulgação/Prefeitura de Fortaleza

O aterro da Praia de Iracema é moradia da estátua Iracema Guardiã que, após passar por restauração em 2012, teve alguns dos traços modificados.

A estátua foi o último trabalho do artista plástico Zenon Barreto (1918-2002). Ela foi projetada nos anos 1960 para o aniversário de 100 anos da obra do escritor José de Alencar.

Feito com fibra de vidro, estrutura de ferro e tela, o monumento só foi inaugurado em 1996 em comemoração aos 25 anos da Praia de Iracema.