Defesa Civil e Bombeiros atuam juntos a famílias desabrigadas em cidades atingidas pela chuva no CE

O número de famílias atingidas já passa de cinquenta, e foram mais de 10 resgates por helicóptero ontem (12).

Escrito por Redação,

Ceará
Arvore jogada na estrada
Legenda: Segundo a prefeitura, choveu cerca de 200mm na região.
Foto: Reprodução/ CBMCE e Defesa Civil

A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiro Militar do Ceará (CBMCE) têm atuado juntos a famílias desabrigadas em decorrência de temporais em território cearense. Na sexta-feira (11) e no sábado (12), ocorreram chuvas intensas em várias partes do Estado, principalmente em cidades do Interior

Pelo menos 54 famílias tiveram que deixar as suas casas no município de Várzea Alegre, na região do Cariri, por conta do rompimento da barragem provocado pelas fortes chuvas na região. Os números foram repassados pelo CBMCE.

 

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil atuam juntos a famílias afetadas. De acordo com os órgãos, todas as famílias retiradas do local, estão abrigadas em casas de familiares. No entanto, apesar de já ser um número expressivo, pode aumentar durante o dia.  

A Defesa Civil informou ainda que tem cinco equipes destinadas apenas para trabalhar nesta região. Neste domingo (13), duas equipes estão atuando na região de Várzea Alegre e Carnaubal, junto às famílias, e amanhã (14) mais duas equipes serão destinadas, desta vez para avaliar os prejuízos causados pela chuva em Cedro e Várzea Alegre.

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também prestou apoio atuando na área, junto aos demais órgãos, em resgastes de pessoas ilhadas. Ontem, foram realizados 11 resgastes. Já hoje, com a baixa das águas, não foi necessário realizar resgastes por via aérea.

Região mais afetada

Na região de Várzea Alegre, os distritos de Canindezinho e Naranjú foram alguns dos mais afetados. A região de Canindezinho sofreu com o arrombamento do açude Caraíbas, que deixou vias alagadas. Várias residências foram invadidas pelas águas. 

Segundo a prefeitura do município, nesses locais, as chuvas atingiram mais de 200 mm. Já segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), foram registrados 75mm de chuva na região, segundo dados do posto Boa Vista.

Moradores relatam prejuízos com perda de animais, lavouras e objetos domésticos. De acordo com o comandante tenente-coronel Nijair Araújo, da sede do CBMCE de Iguatu, não há previsão para o término do trabalho da corporação na região.