Chuva rompe barragens e deixa pessoas ilhadas em Várzea Alegre, no Ceará

Corpo de Bombeiros está na cidade para auxiliar a população

Escrito por Redação,

Ceará
Rompimento de barragens fez transbordar águas no açude Caraíba em Várzea Alegre
Legenda: Rompimento de barragens fez transbordar águas no açude Caraíba em Várzea Alegre
Foto: Reprodução

O açude do Sítio Caraíbas, no distrito de Canindezinho, no município cearense de Várzea Alegre (a cerca de 430 km de Fortaleza), sangrou na manhã deste sábado (12). As fortes chuvas, contudo, também causaram o rompimento de pequenas barragens de agricultores, alagando ruas e casas. 

Segundo o tenente-coronel Nijair Araújo, comandante do 4º Batalhão de Bombeiros Militar em Iguatu, o acesso para alguns locais só é possível via embarcações motorizadas. Há pessoas ilhadas.

Ele informou ter acionado a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) para possível retirada de pessoas idosas e vulneráveis da área. Três viaturas Corpo de Bombeiro Militar do Ceará (CBME) estão no município. 

O tenente-coronel ainda informou ter acionado a Ciopaer para possível retirada de pessoas idosas e vulneráveis da área. Ele ainda informou que uma aeronave foi resgatar uma gestante que estava ilhada e passava mal, e, após avaliação, ela seria encaminhada ou para a casa de familiares ou para o hospital de Várzea Alegre. 

Segundo o prefeito de Várzea Alegre, José Helder (MDB), já estão sendo realizadas ações de contenção “para prevenir qualquer risco de arrombamento". 

O secretário de infraestrutura de Várzea Alegre, Eleomarcos Correia,  também informou que três caminhões realizam as mudanças de moradores desalojados. 

A presidente da associação de moradores de São Caetano, Irene Leandro, mostrou, em vídeo, ruas e casas inundadas.

Conforme levantamento parcial da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o volume pluviométrico registrado ao Várzea Alegre foi de 75mm e 55 mm, nos postos de Boa Vista e Riacho Verde, respectivamente.