Camilo Santana anuncia novo decreto de combate a Covid-19 no Ceará; veja

Documento flexibiliza uso obrigatório de máscara de proteção em ambientes abertos a partir de segunda-feira

Escrito por Redação,

Ceará
Camilo Santana
Legenda: O atual decreto de enfrentamento à pandemia segue em vigor até o próximo domingo (20)
Foto: Fabiane de Paula

O governador do Ceará Camilo Santana (PT) anunciou, nesta sexta-feira (18), o novo decreto de enfrentamento à pandemia. O documento desobriga o uso o obrigatório de máscara em ambientes abertos do Estado a partir de segunda-feira (21).

O decreto com detalhes da medida será publicado neste sábado (19).

O anúncio foi feito ao lado do prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), e do secretário da Saúde do Estado, Marcos Gadelha.

Reveja o anúncio:

O que vale até domingo

O atual decreto, que retirou as restrições de número de pessoas em eventos, segue em vigor até o próximo domingo (20). Ainda conforme o último documento, as atividades que já exigem a apresentação do comprovante da vacina, como bares e restaurantes, deverão exigir o passaporte com as três doses do imunizante contra Covid-19 a partir da próxima segunda-feira (21).

Flexibilização do uso de máscara no Ceará

Na quarta-feira (16), o gestor disse que a tendência era que o Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus discutisse a desobrigação do uso do equipamento de segurança nessa sexta-feira. A informação foi anunciada durante um evento do Programa Cuidar Melhor, iniciativa da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), realizado no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza.

Na semana passada, o político já havia adiantado que a flexibilização do uso do equipamento de proteção deveria ser discutida nesta semana. Na ocasião, ele destacou que evolução dos números da Covid-19 seguiriam sendo avaliados para que a decisão fosse tomada.

Nos bastidores, já se esperava que as discussões em torno da desobrigação da máscara acontecessem. No Brasil, estados como São PauloRio de Janeiro e Santa Catarina já retiraram a obrigatoriedade da máscara.