Morre Miró da Muribeca, cronista e poeta pernambucano, aos 61 anos

Falecimento foi confirmado nas redes sociais do artista

Escrito por Redação,

Verso
Legenda: Em maio, o artista foi internado em um hospital público de Recife por problemas de saúde. À época, o quadro de saúde era debilitado, mas estável
Foto: Reprodução/Instagram

Faleceu neste domingo o poeta e cronista pernambucano João Flávio Cordeiro da Silva, conhecido como Miró da Muribeca, aos 61 anos. A confirmação da morte foi divulgada nas redes sociais do artista, mas não há informações sobre a causa.

"Comunicamos a todos os amigos, fãs e seguidores, que nosso poeta Miró da Muribeca encantou-se nesta manhã de domingo. Em breve, daremos mais informações sobre a cerimônia de despedida. Pedimos desculpas se não conseguirmos responder às manifestações de pesar. Não responderemos, neste momento, a mensagens inbox/direct", informa a publicação.

Internação em maio

Em maio, o artista foi internado em um hospital público de Recife por problemas de saúde. À época, o quadro de saúde era debilitado, mas estável.

Em entrevista à Folha de Pernambuco, em outubro de 2021, Miró da Muribeca estava acompanhando de cuidadora da clínica de reabilitação em alcoolismo onde estava internado.

Ele contou sobre a rotina, que incluía a poesia em leituras de Carlos Drummond e a escrita de versos. "Estou tão feliz em falar sobre meu renascimento, olhar alguém nos olhos, conversar", disse na ocasião.