Irmãos da periferia de Fortaleza alcançam milhões de seguidores e atenção de famosos

A cantora Anitta e o sertanejo Gustavo Mioto são alguns dos artistas que seguem a dupla

Legenda: Com vídeos no quarto e cozinha de casa, irmãos conquistam seguidores no Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Jovens e adultos desta geração sonham em conquistar espaço nas redes sociais sendo influenciadores digitais. Presentes de marcas famosas e convites festas são alguns dos benefícios. Nesse segmento, dois irmãos do bairro Passaré, em Fortaleza, estão mudando de vida graças ao trabalho na internet.

Yarley Bezerra, 20, e Rayssa Bezerra, 9 anos, conquistam espaço diariamente no Instagram. Ao invés de uma perspectiva glamourosa, o desejo dos dois é de ofertar uma vida melhor para a mãe. Famosos como Anitta e Gustavo Mioto são alguns dos nomes que acompanham eles. Ao todo, os cearenses somam mais de 2 milhões de seguidores na rede social. 

Os irmãos moram com a mãe, avó e dois cachorros. Uma outra irmã vive na casa vizinha a deles. Nos stories no Instagram, Yarley e Rayssa animam os seguidores dançando brega funk, forró e pop. De forma cômica, eles também tiram dúvidas sobre relacionamentos amorosos. 

Por dia, eles já chegam a alcançar mais de 550 mil visualizações. Neste mês, cada um atingiu nos perfis da rede social, @yyarleyy e @titiarayonofc, um milhão de seguidores. Eles ganharam até “loucura de amor” na porta de casa e fogos em comemoração pelo feito. 

Relação entre irmãos leva seguidores aos risos
Legenda: Relação entre irmãos leva seguidores aos risos
Foto: Arquivo Pessoal

Nos primeiros meses como digital influencer, Yarley trocava divulgação por produtos de lojas ou mesmo fazia de graça. Depois passou a cobrar R$100. Hoje, as publicidades podem custar de R$ 200 até R$ 2,5 mil — a depender do tipo de produção. Atualmente, as contas de água, luz e até a feira do mês de casa dos irmãos são pagos com o retorno de publicidades na rede social.  

Uma empresa de empréstimos, lojas de eletrônicos, restaurantes e até operadora de internet são alguns dos clientes virtuais de Yarley e Rayssa. O jovem não esconde o orgulho de ter sido escolhido pelos anunciantes. “A internet me proporcionou fazer a construção da minha casa. A construção do meu quarto. Eu nunca pensei que conseguiria arcar com uma coisa minha, que eu lutei. É gratificante demais”. 

Ascensão 

O boom virtual dos irmãos aconteceu em plena pandemia do coronavírus. No dia 7 de junho, um vídeo de Rayssa cantando e interpretando “Com ou Sem Mim”, do sertanejo Gustavo Mioto, na cozinha de casa ganhou a web. A produção, assistida por mais de um milhão de pessoas, chegou até ao cantor que também publicou a brincadeira nas redes sociais. Ele conversou com os irmãos e até mandou alguns produtos dele. 

A caminhada para o reconhecimento nas redes sociais não foi fácil. Yarley tomou gosto por fazer vídeos ainda na escola. Aos 12 anos, ele resolveu fazer a primeira produção no YouTube. Os amigos chamavam o jovem de Whindersson Nunes — nome de destaque do humor na internet. A baixa audiência chegou a desmotivar a continuidade do trabalho até ele resolver migrar para o instagram.

“Comecei brincando com um vídeo defendendo uma amiga. O vídeo viralizou, o pessoal pediu mais. Fui gravando aos poucos, só que eu não me identificava mais com aquilo. Decidi partir para mostrar a minha família. Fiquei muito emocionado com esse boom. Nunca pensei que isso acontecer. Sempre via acontecendo com outras pessoas. É surreal o alcance”. 

Vídeo feito durante a pandemia:

O jovem digital influencer começou a trabalhar cedo. Aos 12 anos, ele era monitor de pula-pula. Ganhava pouco mais de R$ 30. Na adolescência, chegou a vender vestidos de malha em uma loja no Centro de Fortaleza. Em pouco mais de um ano, a vida de Yarley e Rayssa mudou completamente. O mundo digital promoveu Yarley a realizar alguns sonhos. O primeiro, ofertar um lar para a família. 

Rayssa também é beneficiada com o retorno das redes sociais. Atualmente, tem reforço escolar, acompanhamento de dentista e nutricionista. Por problemas de dicção, ela também é acompanhada por uma fonoaudióloga.

“Está tudo caminhando bem na vida. É muito legal ter esse momento com amigos da escola e minha família”, diz a pequena.   

Comédia

Yarley avalia que por ser cearense o humor corre na veia. “Quero entrar na casa das pessoas e arrancar sorrisos. A gente vive num momento tão cheio de problemas. Recebo mensagem das pessoas que sofrem depressão e nos assistem. Muita gente diz que o dia melhorou por conta dos nossos vídeos. Tenho muito que aprender na minha vida. O que apresento nos meus stories sou eu. Quero que a família brasileira se identifique com isso. Com a simplicidade, com a humildade. Nada é ensaiado. A gente acorda e faz”. 

Em rápido avanço nas redes sociais, Yarley conta que jamais sonhou com tudo que está acontecendo na vida dele. “Nunca pensei que iria ter fã. Sempre tem alguém que me pede foto quando saio para algum trabalho. As pessoas me chamam de humorista, mas sempre quero ser lembrando por ‘menino dos vídeos’. Nunca esqueco de onde venho".

 


Assuntos Relacionados