Festival Concreto confirma datas com ações no Jangurussu

De 20 a 28 de novembro, a sétima edição do evento acontece em Fortaleza, com a participação de artistas cearenses, nacionais e internacionais

Legenda: Em ação prévia da edição deste ano, o Festival Concreto já promove intervenções com pinturas em um Residencial no Jangurussu
Foto: Divulgação

Dentre os dias 20 a 28 de novembro, acontecerá a sétima edição do Festival Concreto de Arte Urbana. Este ano, com a limitação de circulação provocada pela pandemia do coronavírus, a organização do evento vai selecionar, receber trabalhos online, e projetar as artes no espaço urbano sem precisar do deslocamento dos participantes nacionais e internacionais. Artistas cearenses também devem compor a programação e, até então, o festival confirma a presença de nomes de realizadores do México, Colômbia e Alemanha.

Nesta edição, o Conjunto Residencial José Euclides Ferreira Gomes, no Grande Jangurussu, vai concentrar a maior parte das ações. O local acolhe quase 1500 famílias, residentes no entorno dos rios Maranguapinho e Cocó. A conexão entre o Concreto e a comunidade aconteceu a partir da ideia de levar a programação para uma zona de vulnerabilidade social em Fortaleza, em parceria com o "digital influencer" Suricate Seboso, morador do Jangurussu. 

Desde agosto passado, a organização do Festival encaminhou uma ação prévia na área, implantando a "Zona Franca de Arte e Cultura Urbana". Trata-se de um laboratório artístico permanente que tem início na pré-produção desta edição e não tem prazo para terminar. A movimentação tem relação com as ações da Amplitude - Escola de Arte Urbana, um dos projetos do artista visual Narcélio Grud, idealizador do Concreto. 

Alguns prédios do Residencial já foram pintados, com obras de artistas locais. No mais, a partir do dia 20 de novembro a sétima edição do Festival Concreto deve reunir atividades de formação, residência artística; instalações e intervenções diversas; desfile de moda, seminário virtual, lançamento de livro, mostra de vídeos, e até um bazar de compra de obras de arte. 

Seleção

A seleção das artes visuais para compor a programação do Concreto vai acontecer por meio da escolha de propostas inscritas online, em decorrência do isolamento social. A organização deve lançar uma convocatória, em que cada artista nacional pode enviar seu trabalho e, caso seja selecionado, a obra será impressa em grande escala (9m altura x 6m largura). Na sequência, o material deve ser afixado pela equipe do festival. 

As propostas podem ser pintura, desenho, pintura digital, fotografia, colagem, quadrinhos, entre outras manifestações visuais. Cada artista poderá enviar até duas propostas, porém apenas uma delas irá fazer parte do evento. Uma quantidade de até 10 propostas serão escolhidas. Podem participar artistas brasileiros e/ou residentes no Brasil por minimamente dois anos. O participante receberá o valor de R$ 1 mil reais.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?