Cine Ceará abre 31ª edição com estreia de filme cearense e retorno mais forte às salas de cinema

Abertura do festival, no Cineteatro São Luiz, também foi marcada por homenagens a nomes do audiovisual cearense

Escrito por Redação,

Verso
Cine São Luiz
Legenda: Abertura do Cine Ceará teve a première mundial do filme "Fortaleza Hotel", do diretor Armando Praça
Foto: Isaac Macêdo

Retornando com mais força às salas de cinema, o Cine Ceará - Festival Ibero-americano de Cinema abriu, na noite deste sábado (27), a programação da sua 31ª edição. A solenidade, realizada no Cineteatro São Luiz, no Centro de Fortaleza, foi marcada por homenagens à atriz Marta Aurélia e ao cineasta Halder Gomes, além da première mundial do filme "Fortaleza Hotel", do diretor Armando Praça.

Ao longo de sete dias, até 3 de dezembro, o evento exibirá mais de 40 filmes, entre longas e curtas-metragens. Em 2021, o Cine Ceará acontece em formato híbrido, com atividades diárias na capital cearense - além do São Luiz, o público também poderá assistir a filmes no Cinema do Dragão - e transmissões no Canal Brasil, Canais Globo, Globoplay + Canais ao Vivo, no YouTube do festival e na TV Ceará.

Cineteatro São Luiz
Legenda: Em 2021, evento acontece em formato híbrido
Foto: LC Moreira

À frente da organização do evento, o cineasta Wolney Oliveira destacou que, apesar dos desafios de materializar o Cine Ceará deste ano, a pandemia de Covid-19 também fez grandes festivais "descobrirem a ventana virtual". Ele ressaltou ainda que, dentre os seis longas que serão exibidos no Cineteatro São Luiz, inéditos no Brasil, dois são do Ceará. A efervescência da produção local, segundo o realizador, também se estende a outras partes da programação.

"Nós vamos ter 12 curtas-metragens brasileiros, de quase 900 que se increveram, então é o melhor do melhor. E vamos ter 20 filmes na Mostra Olhar do Ceará, dos quais 17 curtas e três longas. No total, foram quase 100 filmes do Ceará que se inscreveram", enumerou.

"O Ceará está num tripé 'formação, produção e difusão', e a vitrine maior é o Cine Ceará, que é hoje, não digo só por mim, mas pela mídia nacional, um dos principais festivais de cinema do Brasil".
Wolney Oliveira
Organizador do Cine Ceará

Wolney Oliveira
Legenda: 'O Cine Ceará é um dos principais festivais de cinema do Brasil', destacou Wolney Oliveira
Foto: LC Moreira

Presente na abertura do festival, o secretário da Cultura do Ceará, Fabiano Piúba, demarcou que o evento traz também "uma ideia de renascimento, de florescimento a partir da arte e da cultura num contexto de pandemia".

"O Cine Ceará faz parte da nossa história. É um festival que tem uma história com o Ceará, com Fortaleza, mas que também promove a cena do cinema brasileiro, do cinema ibero-americano, latino-americano. É muito bom a gente estar aqui de novo, no Cineteatro São Luiz, que é a casa do Cine Ceará, com esse palco aberto para a gente ter um festival muito importante", afirmou.

Homenageados

Agraciados com o Troféu Eusélio Oliveira, Marta Aurélia e Halder Gomes externaram a emoção com as homenagens.

Homenageados no Cine Ceará
Legenda: Halder Gomes e Marta Aurélia foram agraciados com o Troféu Eusélio Oliveira
Foto: LC Moreira

"Minha carreira se funde com o festival. Acompanho o festival há muito tempo e tive grandes encontros, fiz grandes amigos aqui, e esse reencontro se tornando possível novamente é muito gratificante", confessou o diretor. "O Ceará, para mim, é uma inspiração e uma missão, uma política minha, de lutar para trazer projetos para cá, de fomentar nossa economia, de exportar nossa cultura, nossas belezas, e tenho feito isso com muita frequência", acrescentou.

Marta Aurélia também lembrou que vários momentos de sua carreira se cruzam com a história do Cine Ceará. 

"Para mim, é uma homenagem surpreendente, eu não esperava mesmo, mas ao mesmo tempo me deixou muito emocionada. Me fez refletir sobre essa trajetória e sobre um aspecto que considero muito importante: a gente não anda só. Eu não ando só. Para que eu esteja aqui hoje sendo homenageada, a quantidade de gente que trabalhou para isso acontecer. Sou muito grata", disse a atriz.

Filme da abertura

Cearense assim como os dois homenageados da 31ª edição do evento, o diretor Armando Praça afirmou que a noite teve "muitos significados". "Essa é a primeira vez que volto ao cinema desde que estamos nessa pandemia. Estrear o filme em Fortaleza também tem um significado enorme, porque o filme se chama 'Fortaleza Hotel', foi feito na cidade de Fortaleza com uma equipe praticamente toda cearense, então tem significados muito importantes".

Emoção também foi palavra presente na fala da atriz Clébia Souza, que faz parte do elenco de "Fortaleza Hotel". "Estou muito emocionada. Teve essa parada de dois anos, tanto dos trabalhos, que estavam parados, como desse contato físico, de sentir essa resposta do público na hora. Estou muito feliz".

Programação

Durante o Cine Ceará, os ingressos para a programação no Cineteatro São Luiz estarão disponíveis no site da Bilheteria Virtual. Já no Cinema do Dragão, os ingressos serão distribuídos na bilheteria do cinema uma hora antes de cada exibição.

Em ambos os equipamentos da Secretaria da Cultura do Ceará, o público deverá apresentar o passaporte da vacinação. Os ingressos são gratuitos.

Neste domingo (28), na Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-metragem, o filme exibido será a coprodução Uruguai-Itália “Bosco”,de Alicia Cano Menoni, que fará a estreia nacional no Cine Ceará. O documentário foi exibido no IDFA de Amsterdã, no Cannes Docs - Marché du Film, no Festival de Málaga, e no Festival de Cinema de Trento, na Itália. 

Ainda no domingo, na Mostra Competitiva Brasileira de Curta-metragem, serão exibidos os documentários“O Durião Proibido”, de Txai Ferraz, e “Foi um tempo de poesia”, de Petrus Cariry, além da ficção “Ausências”,de Antônio Fargoni.

No mesmo dia, de acordo com a organização do evento, terão início os debates com os realizadores dos filmes das mostras competitivas de longas e curtas-metragens, sempre a partir das 9h30, no Hotel Plaza Praia Suítes, em Fortaleza. As coletivas poderão ser acompanhadas pela equipe das produções e pelos credenciados no festival.

SERVIÇO

31° Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema
Quando: 27 de novembro a 03 de dezembro.
Onde:  Exibição em Fortaleza, no Cineteatro São Luiz e no Cinema do Dragão. No formato virtual, através do Canal Brasil, Canais Globo e Globoplay + Canais ao Vivo, TV Ceará e canal do Cine Ceará no YouTube.
Entrada: Gratuita

Mais informações no site: https://www.cineceara.com/

Assuntos Relacionados