Acusado de canibalismo, Armie Hammer disse que quase foi esfaqueado durante sexo

Em 2013, durante uma entrevista à revista Elle, o ator disse que sua então namorada sugeriu que ele não tinha cicatrizes de amor verdadeiro

Foto Armie Hammer
Legenda: Armie Hammer foi substituído nas filmagens do filme "Shotgun Wedding" (2021)
Foto: Reprodução/Instagram

Entrevistas antigas nas quais Armie Hammer, 34, fala sobre sexo estão sendo resgatadas agora, em meio às acusações de estupro e canibalismo que o ator vem sofrendo na última semana.

Em 2013, para a revista Playboy, Hammer disse gostar de ser um dominador na cama. "Gosto de agarrar o pescoço e o cabelo e tudo isso", afirmou o ator, conhecido pelo sucesso no filme "Me Chame Pelo Seu Nome" (2017).

"Mas, então, você se casa e seus apetites sexuais mudam. Você não pode puxar o cabelo de sua mulher. Chega um ponto em que você diz: 'Te respeito demais para fazer essas coisas que eu meio que quero fazer'." Na época, ele era casado com a jornalista e apresentadora Elizabeth Chambers, 38, de quem se separou em julho de 2020, após dez anos de união.

Também em 2013, em entrevista à revista Elle, Hammer contou que quase foi esfaqueado durante uma transa. "Uma garota tentou me esfaquear quando estávamos fazendo sexo. Ela dizia: 'O amor verdadeiro deixa cicatrizes. Você não tem nenhuma'. Então, ela tentou me esfaquear com uma faca de açougueiro. Eu terminei com ela sete meses depois."

Na última quinta (14), a empresária Courtney Vucekovich, ex-namorada do ator, disse que ele tinha fantasias ligadas ao canibalismo e que seu relacionamento com o ator era emocionalmente abusivo. "Ele disse querer quebrar minha costela, fazer um churrasco e comer. Foi muito estranho, mas você não pensa naquilo de novo. Ele dizia querer arrancar um pedaço meu", disse Courtney em entrevista ao site Page Six. Os dois namoraram de junho a agosto de 2020.

Após as acusações de canibalismo, Armie Hammer foi substituído nas filmagens do filme "Shotgun Wedding" (2021), segundo informações do site TMZ. Segundo a publicação, o ator também comentou sobre as denúncias: "Não estou respondendo a essas declarações porque são besteiras", afirmou.

"Por causa desses ataques perversos que tenho recebido, não posso, em sã consciência agora, deixar meus filhos por quatro meses para rodar um filme na República Dominicana", disse Hammer que nega ter sido demitido do filme, o qual ele seria o protagonista ao lado da atriz e cantora Jennifer Lopez, 51.

Atualmente, o ator está nas ilhas Cayman, onde seus dois filhos, Harper, 6, e Ford, 3, vivem com sua ex-mulher, Elizabeth Chambers. Ele está pedindo a custódia conjunta das crianças no processo de divórcio.

Na última semana, uma conta no Instagram, chamada House Of Effie, tem divulgado supostas mensagens de Armie Hammer em seus Stories. Nos textos exibidos, o ator fala sobre canibalismo e estupro, e a dona do perfil alega ter vivido um relacionamento, que foi emocionalmente e fisicamente abusivo com Hammer enquanto ele era casado com Elizabeth Chambers.

Além de fotos das mensagens, também foram publicadas imagens de machucados feitos pelo ator. Outras mulheres, além de Courtney Vucekovich, também se pronunciaram sobre o caso, divulgando informações no perfil do Instagram House Of Effie.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?

Assuntos Relacionados