Filmes lançados apenas no streaming não poderão mais concorrer ao Oscar, decide Academia

A norma foi flexibilizada durante a pandemia, mas a decisão já irá valer a partir do ano que vem

Escrito por Redação,

Zoeira
Estatueta do Oscar
Legenda: Em 2023, a 95ª edição do Oscar acontece no dia 23 de março
Foto: AFP

A academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pela organização do Oscar, decidiu que filmes lançados exclusivamente em plataformas de streaming não poderão mais concorrer ao prêmio.

A norma foi flexibilizada durante a pandemia, já que os cinemas não estavam em normal funcionamento. A nova decisão já irá valer a partir do ano que vem, e só poderão concorrer ao Oscar 2023 filmes que forem lançados nos cinemas entre o primeiro e último dia deste ano.

As plataformas de streaming como a Netflix podem entrar na disputa, contanto que os filmes lançados cheguem às telonas, mesmo que por um período curto, como os longas 'Roma' e 'O Irlandês'. Para concorrer, as inscrições das obras precisam ser realizadas até o dia 15 de novembro.

Oscar 2023

Em 2023, a 95ª edição do Oscar acontece no dia 23 de março e terá apresentação de Chris Rock.