De olho de cabra a cérebro de bode, confira as provas mais bizarras do programa 'No Limite'

Exibido pela primeira vez em 2000, o programa ganhará nova edição com ex-BBBs em 2021

Legenda: Até hoje, item é citado como uma das provas mais complicadas da primeira edição de 'No Limite', que foi gravada no Ceará
Foto: reprodução/Memória Globo

O programa 'No Limite' teve nova edição confirmada oficialmente pela Rede Globo na tarde desta quinta-feira (25) e, automaticamente, a busca pelas novidades sobre o reality show de resistência dispararam na Internet. Para adicionar mais um fator à lista de descobertas, a adição de ex-participantes do Big Brother Brasil parece ter causado ansiedade nos espectadores.

Lançado em 2000 e apresentado por Zeca Camargo, o 'No Limite' ficou conhecido pelos testes de resistência vividos pelos participantes da competição, incluindo procurar comida em meio a cenários selvagens e ingerir alimentos completamente exóticos.

Exatamente por isso, pelas curiosidades que envolvem o programa, resolvemos montar uma lista especial com as provas mais "absurdas" transmitidas pela atração televisiva. Lembra de alguma delas? Confira abaixo.

Olho de Cabra

Legenda: Prova é lembrada até hoje como uma das mais icônicas entre as edições do programa
Foto: reprodução/Memória Globo

Quem assistiu 'No Limite' ou possui vagas lembranças do programa não deve ter esquecido de uma das provas mais icônicas: participantes tinham que comer olhos de cabras servidos crus em uma taça. Nojo? A intenção era encarar para sobreviver a mais uma etapa do desafio

O momento, mostrado ainda na primeira edição, foi citado no ano passado pela cabeleireira Elaine Melo, vencedora daquele ano. Segundo ela, a textura do alimento, que deveria ser mordido antes de ser engolido, foi um dos sustos principais entre os participantes. 

"Foi mais pela aflição de ver os olhos dentro de um vidro do que pelo gosto da comida. Não é ruim, parece tinta de polvo", lembrou em entrevista. Até hoje, a prova em questão repercute para os brasileiros. Na tarde desta quinta, o termo cresceu mais de 250% nas pesquisas do Google.

Prova das tribos

Legenda: Participantes eram divididos em tribos para superar os desafios impostos pela competição
Foto: reprodução/TV Globo

Para entender como funciona o 'No Limite', é necessário recordar a dinâmica usada para movimentar o jogo. Inspirado no formato de Survivor, no ar desde 2000 na televisão norte-americana, o programa dividia os integrantes em tribos, entregando suprimentos básicos como machadinhas e cantis.

Esses eram exatamente os itens essenciais para "sobreviver" no reality show. A regiões inóspitas, claro, eram outras características essenciais para adicionar medo e tensão à rotina dos participantes. A primeira edição, por exemplo, dispôs os escolhidos em Barra da Sucatinga, localizada no município de Beberibe, no Ceará.

Nesse cenário, cada tribo participava de uma prova da recompensa. Nela, eles lutavam por comida, passeios ou até mesmo por utensílios básicos para usarem no acampamento.

Os perdedores, claro, não passavam impunes: eram enviados a um Portal para votar em qual participante deveria ser eliminado

Cérebro de Bode e cabeça de galinha

Legenda: A cabeleireira Elaine Melo foi a primeira vencedora do programa e lembrou em entrevista sobre as comidas exóticas do programa
Foto: reprodução/Memória Globo

Quem se espantou com o olho de cabra, a sugestão que fica é nem continuar nessa lista extensa. Essa, claramente, não foi a única iguaria inusitada comida pelos competidores. 

De acordo com Elaine Melo, não dá para esquecer da prova na qual um cérebro de bode foi servido dentro do crânio do animal. "Não sei se a fome era tanta, mas eu amei", confirmou ao também dizer que a comida estava bem feita e com um molho especial.

Além desse momento, cabeças de galinha ganharam destaque nas edições, além dos gafanhotos e vermes que apareciam quase como algo comum a cada novo episódio. 

Outro momento icônico, por exemplo, aconteceu quando todos tiveram que comer ouriços vivos. Porém, ingerir não era o único desafio, e todos tinham que completar a tarefa sem se machucar completamente. 

Encontrando alimentos básicos

Legenda: Os alimentos básicos deviam ser encontrados pelos participantes a cada três dias
Foto: reprodução/Memória Globo

Não só as comidas exóticas fizeram parte da dieta dos que toparam a aventura do 'No Limite'. Em uma das provas básicas, eles também precisavam encontrar alimentos para a subsistência básica do dia a dia.

A cada três dias, a produção escondia uma caixa com mantimentos simples em meio ao cenário paradisíaco, que deveriam ser procurados por ambas as tribos. Carne de soja, batatas, cenoura, alho e mel, único doce entre os mesmos, eram alguns dos produtos fornecidos nesse caso.