Após seis anos, peixe-boi reabilitado é devolvido ao mar de Icapuí, no Litoral Leste do Ceará

Esse é o terceiro mamífero da espécie a ser reintroduzido à natureza neste ano, no Estado

Animal sendo devolvido ao mar pelos voluntários da ONG
Legenda: Pintada volta ao mar após seis anos
Foto: Geice Magalhães / ONG Aquasis

Fora do habitat há mais de seis anos, Pintada, uma fêmea de peixe-boi de 380 kg e 276 cm, foi devolvida ao mar nesta terça-feira (6), em Icapuí, no Litoral Leste do Ceará. Desde o encalhe, em 25 de janeiro de 2015, o animal ficou sob os cuidados da organização não governamental (ONG) Aquasis. 

Nesta primeira fase da reintrodução, o mamífero será monitorado por um rádio transmissor e acompanhado por uma equipe da ONG. Nos últimos anos, ele foi treinado para este momento. 

Inicialmente, Pintada passou pelo Centro de Reabilitação de Mamíferos Marinhos (CRMM) da Aquasis. Em seguida, ficou no cativeiro de aclimatação, onde foi preparada para o retorno.

A entidade informou que promoverá uma campanha de educação socioambiental para informar sobre o processo aos moradores e visitantes. Isso porque é recorrente que animais em fase de readaptação busquem socialização com seres humanos e se aproximem da praia devido ao longo convívio com os cuidadores.

Portanto, essa conscientização por parte da comunidade é importante para o sucesso da reintrodução.

Animais devolvidos à natureza 

Esse é o terceiro peixe-boi reabilitado pela entidade a ser devolvido à natureza, em 2021. Os primeiros foram Alva e Maceió, em maio. A previsão é que outros dois também sejam devolvidos ainda neste ano.

Com isso, o local, que possui capacidade para até cinco mamíferos, receberá novos animais para a reabilitação. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos do Dias Melhores