Vacinados com a Janssen precisam tomar 2 ou 3 doses para ter esquema vacinal completo? Tire a dúvida

Por ser de dose única, a vacina da Janssen tem um esquema diferente das demais aplicadas no Brasil no que diz respeito ao processo de reforço

Escrito por Thatiany Nascimento, thatiany.nascimento@svm.com.br

Ceará
Vacina contra a Covid-19 da Janssen
Legenda: O imunizante, desenvolvido pela farmacêutica americana Johnson & Johnson, está autorizado pela Anvisa para uso emergencial no Brasil desde o dia 31 de março de 2021.
Foto: Sander Koning/ANP/AFP

Na campanha de imunização contra a Covid no Brasil são aplicados 4 tipos de imunizantes: Coronavac, Pfizer, Astrazeneca e Janssen. Mas, somente a da Janssen é dose única. Em novembro de 2021, quando o Ministério da Saúde anunciou a dose de reforço, o ministro Marcelo Queiroga disse que os vacinados com Janssen teriam que tomar uma “segunda dose” e, meses depois receberiam o reforço. Isso causou uma certa confusão. A orientação oficial do Ministério da Saúde em vigor não é esta. 

A Janssen é de dose única, portanto, pessoas acima de 18 anos que tomaram uma dose do imunizante devem receber apenas mais uma dosede reforço - para assegurar o esquema vacinal completo

181 mil 
Pessoas receberam a vacina da Janssen no Ceará, segundo dados do vacinômetro da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa)

No total, os vacinados com a Janssen precisam tomar 2 doses, diferentemente  de quem se imunizou com a vacina da Pfizer, Astrazeneca ou Coronavac, que ao todo, em geral, precisa tomar 3 doses. 

Esta orientação é dada pelo Ministério da Saúde desde o final de novembro de 2021 e consta na versão mais recente do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO). Conforme o documento, o intervalo entre a primeira aplicação da Janssen e o reforço deve ser de 2 a 6 meses.

No Ceará, 181 mil pessoas, segundo dados do vacinômetro da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) receberam a Janssen. No caso, a recomendação é que a dose de reforço nesta população também seja da Janssen.

A Sesa reitera a orientação de que pessoas que tomaram Janssen devem receber 2 doses da vacina. 

Pedido de registro

Conforme o documento do Ministério da Saúde, a vacina da Janssen “é recomendada para indivíduos com idade igual ou maior a 18 anos e não tem aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso em população abaixo dessa idade. Não está indicada para gestantes de qualquer idade.”

O imunizante, desenvolvido pela farmacêutica americana Johnson & Johnson, está autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial desde o dia 31 de março de 2021.

Em janeiro de 2022, a farmacêutica fez o pedido de registro e está em análise técnica pela Anvisa. 

Passaporte de vacinação no Ceará

No Ceará, desde o dia 21 de março o uso de máscara deixou de ser obrigatório em lugares abertos. Mas o passaporte vacinal, que já era exigido desde novembro, passou a ser cobrado com a atualização da dose de reforço. 

Conforme o decreto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 19 de março, para ingresso de pessoas em eventos de qualquer natureza e porte, em restaurantes, bares, barracas de praia e academias, hotéis e pousadas, será exigido a apresentação de passaporte sanitário. 

São exigidas 3 doses da vacina para ingresso em eventos de qualquer natureza por pessoas com idade igual ou superior a 18 anos. Mas, no caso da Janssen é exigido o passaporte com menção à aplicação de 2 doses.