Fortaleza anuncia Central Integrada e ampliação de câmeras de videomonitoramento

Novos equipamentos devem ser entregues até o fim de 2023

Escrito por Carol Melo, carolina.melo@svm.com.br

Ceará
Projeto de como deve ficar a Central de Gestão Integrada de Videomonitoramento de Fortaleza
Legenda: O equipamento deve reunir imagens e dados das câmeras de todos os órgãos da prefeitura
Foto: divulgação/PMF

O prefeito Sarto Nogueira (PDT) anunciou, nesta quarta-feira (29), a construção da Central de Gestão Integrada de Videomonitoramento de Fortaleza. O equipamento deve reunir imagens e dados das câmeras de todos os órgãos vinculados à administração pública. 

Ele tem previsão de entrega até o fim de 2023, e as obras devem ser iniciadas em até 30 dias, conforme o gestor municipal. Os recursos usados para o prédio são provenientes do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). 

"A Central será uma ferramenta de gestão poderosa para orientar as ações dos diversos órgãos da prefeitura", detalhou o comandante do Executivo municipal.

Na ocasião, o prefeito listou alguns objetivos da Central de Gestão. São eles: 

  • Prevenir furto;
  • Monitorar a segurança no entorno das escolas públicas municipais;
  • Monitorar a segurança e auxiliar na organização de feiras;
  • Auxiliar na identificação de pessoas desaparecidas;
  • Coibir o descarte irregular de resíduos sólidos;
  • Auxiliar na manutenção do asfalto;
  • Apoiar a recuperação de veículos;
  • Detectar o sinistro de trânsito e oferecer apoio; 
  • Monitorar o tráfego para planejamento de mobilidade;
  • Coibir comportamento de risco no trânsito;
  • Apoiar preventivamente ações da Defesa Civil.  

O equipamento deve reunir informações e imagens de câmera de seguranças ligadas à Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), à Guarda Municipal, à Defesa Civil, à Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), e às Secretarias da Gestão Regional, Conservação e Serviços Públicos e da Segurança Cidadã.

Ampliação de câmeras e de pontos de wi-fi

O prefeito ainda anunciou a ampliação do número de câmeras de monitoramento, que devem aumentar de 1.034 para 1.656 até a inauguração da Central de Gestão. Sarto também informou que a quantidade de pontos de wi-fi gratuitos na cidade deve crescer de 102 para mil, até o fim de 2024.

"Fortaleza, fazendo isso, está cada vez mais caminhando para ser uma cidade inteligente", disse o gestor. 

Acompanhado do novo equipamento, a Prefeitura de Fortaleza também criará a política pública de videomonitoramento. 

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste

Assuntos Relacionados