Casa Cor Ceará 2019: casas em contêineres e objetos reaproveitáveis se destacam

A Casa Cor Ceará chega aos 21 anos com um olhar de gente grande, voltado para a valorização da sustentabilidade, da afetividade, da conexão com o outro e o cuidado com o mundo

Legenda: No espaço Raízes, que também ilustra nossa capa, a cobertura em palha de carnaúba associada à estrutura metálica apresenta uma linguagem moderna com ricos detalhes em couro, raízes e troncos como referência ao Ceará
Foto: Camila Lima

Reutilização e ressignificação de materiais e objetos marcam a edição 2019 da Casa Cor Ceará. Aberta para a visitação de hoje (12) até o dia 22 de outubro, a mostra apresenta espaços de moradia, lazer e trabalho, desenvolvidos com base na projeção de um planeta casa acolhedor.

Legenda: O conceito Casa Nômade, produzido em contêineres, pelo designer Ramiro Mendes, foi pensado para um casal que ama pegar a estrada e ter uma casa prática, confortável e possível de ser transformada
Foto: Camila Lima

O conceito, segundo a superintendente da Casa Cor Ceará, Lívia Pedreira, traz a ideia de que cada lar se torne o universo particular do indivíduo, no qual ele possa expressar, de maneira natural e genuína, sua afetividade e suas conexões com os outros.

Legenda: A mostra Brasil Original, dos arquitetos Joel Filho e Karine Maia, é o recorte de trabalhos produzidos por artesãs cearenses. Os painéis exibem os bastidores com bordados que contam histórias do passado e do cotidiano das artistas
Foto: Camila Lima

As inovações na arquitetura, design, paisagismo e decoração estão presentes nos 38 ambientes projetados em um área de 10 mil metros quadrados. O imóvel, localizado na rua Visconde de Mauá, Aldeota, já sediou por 25 anos a holding do grupo empresarial J. Macedo,e recebeu também duas edições do evento. A originalidade dos ambientes assinados por 67 renomados profissionais da área pode ser observada logo na entrada da morada que preserva até hoje um jardim original do consagrado paisagista Roberto Burle Max.

Legenda: No terraço da Família, criação da arquiteta Cibele Parreiras, os móveis são de materiais sustentáveis e há trabalhos manuais, a exemplo da rede e das cadeiras. O teto é de fios de algodão 100% natural e foi feito à mão
Foto: Camila Lima

Na parte externa da casa, o visitante pode também contemplar a beleza natural do espaço Raízes, criado pelas arquitetas Adelina Feitosa e Manuela Cidrão. Ao adentrar a mansão, as expectativas e curiosidades relacionadas ao tema central e a projeção de elementos sustentáveis, são superadas e aguçadas na apresentação de cada um dos ambientes.

No espaço Brasil Original, dos arquitetos Joel Filho e Karine Maia, as obras de artesãs cearenses expostas por meio de painéis, em forma de labirinto, geram interação com o público da mostra.

Legenda: Utilizada para dividir o quarto da sala, a tela de labirinto transmite a ideia de movimento e leveza na composição do Loft Mature desenvolvido por Thiago Von Paumgartten e Tildchen Von Paumgartten
Foto: Camila Lima

O Terraço da Família, concebido por Cibele Parreiras, é um espaço de convivência e relaxamento. Os móveis são feitos de materiais sustentáveis com acabamentos manuais.

Já a Sala da Família, assinada por Andréa Verçosa e Karine Albuquerque, é um local acolhedor para reunir todas as gerações da família.

Outro ambiente que valoriza o reaproveitamento é a Casa Nômade, do designer Ramiro Mendes. Montado em contêineres modulares, a proposta pode ser transformada em outros espaço e local. Revestimentos utilizados no espaço, a exemplo das pedras e algumas paredes produzidas com telhas, podem ser reaproveitados.

Toda a obra foi feita com placas de gesso acartonado exatamente para evitar resíduos de água ou de massa. Não conseguimos fazer tudo sustentável, porque não temos tecnologia nem mão de obra para isso. Mas o que deu para prozudir de maneira sustentável fizemos", acrescenta o profissional.

 

Legenda: O balanço em couro, o baú com brinquedos de madeira, os livros e demais objetos decoram a Sala da Família. Além das memórias afetivas, o ambiente montado por Andréa Verçosa respeita a temática e compõe o espaço com uma pedra imensa sob um tapete feito de garrafas pet
Foto: Camila Lima

Além das sugestões de ambientes na Casa Cor 2019, os visitantes encontrarão bares, restaurantes, lounges, espaço gourmet, cafeteria e diversas instalações com produtos e serviços, além de programação musical e atividades intensas durante o período da exposição.