Arte em rede: confira projetos de cultura em formato digital selecionados pela Secult

A iniciativa tem o objetivo de promover e movimentar a criação artística e cultural do Ceará, no contexto de medidas de distanciamento social necessárias neste período de pandemia

Foto Cineteatro Sao Luiz
Legenda: Os próximos passos agora serão o contato de cada equipamento com os proponentes previstos para a sua programação cultural
Foto: Felipe Abud

Nesta sexta-feira (31), foi divulgado o resultado final do “Arte em Rede”, convocatória da Secretaria de Cultura do Estado (Secult) para seleção de projetos em formato digital. Os conteúdos aprovados serão distribuídos nas agendas culturais dos cinco equipamentos de difusão da Secult – a Casa de Saberes Cego Aderaldo, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, o Cineteatro São Luiz, o Porto Dragão e o Theatro José de Alencar – de agosto a dezembro de 2020. A lista de selecionados pode ser vista no link.

Os próximos passos agora serão o contato de cada equipamento com os proponentes previstos para a sua programação cultural, a fim de encaminhar processos internos e programar a divulgação dos respectivos projetos que serão veiculados, complementando suas agendas até o final de dezembro.

A convocatória abrange categorias como Artes Integradas (projetos que contemplem mais de uma linguagem artística, incluindo moda e design), Artes Visuais e Fotografia, Audiovisual e Arte Digital, Teatro, Circo e Humor, Cultura popular; Dança, Humor, Dança e Performance, Literatura, Livro e Leitura, Música, Produção, Gestão Cultural e Apoio Técnico.

O “Arte em Rede” tem o objetivo de promover e movimentar a criação, difusão e economia artística e cultural do Estado, no contexto de medidas de distanciamento social necessárias neste período de pandemia do coronavírus, incentivando a sustentabilidade do fazer artístico por meio de iniciativas que contemplem os artistas, grupos, coletivos, companhias e demais profissionais e empreendimentos culturais cearenses.