Samara Felippo relata racismo sofrido pela filha em escola e pontua nervosismo: 'deu taquicardia'

Lara, de 8 anos, foi chamada por um colega de classe de "negrinha chata"

Escrito por Redação,

Zoeira
Samara Felippo em clique junto das filhas no Instagram
Legenda: Lara, de apenas 8 anos, é uma das filhas de Samara Felippo
Foto: reprodução/Instagram

A atriz Samara Felippo usou as redes sociais para relatar um episódio de racismo sofrido pela filha dela, Lara, de 8 anos. A criança foi chamada de "negrinha chata" por um colega de escola, o que levou a artista a contar a história no Instagram.

Em live, Samara disse que só soube do ocorrido cerca de uma semana depois, quando a filha resolveu contar a história em casa. Veja:

"Aí, me deu uma taquicardia momentânea e eu falei: 'filha, está tudo bem? Como é que você recebeu isso? Você precisa falar para a professora na hora'", explicou a atriz durante a transmissão.

Na continuação do relato, Samara ainda chegou a falar sobre o aviso que deu à filha. "Ele precisa aprender que isso é crime... Eu falei: 'fala para ele que se ele não pagar, os pais dele vão pagar'", completou.

Além disso, a escola foi comunicada para que as providências fossem tomadas, segundo informou Samara. 

"Como é que a gente vai começar a ter uma resposta positiva da sociedade se esse menino branco chega na escola, que se diz inclusiva, antirracista, mas em casa os pais são imbecis, e ele vai repetir os que os pais estão falando?", questionou.

Por conta do caso, Lara, filha de Samara, foi chamada pela escola para uma conversa. Enquanto isso, a criança que teria comentado a expressão racista foi chamada para uma reunião junto com os pais na instituição de ensino.