Ziraldo faz 88 anos celebrando as quatro décadas do Menino Maluquinho

Para homenagear a data, história do icônico e querido personagem ganha uma edição limitada e de luxo da Editora Melhoramentos

Legenda: Ziraldo faz aniversário sempre envolvido em novas iniciativas, colaborando em diversas publicações
Foto: Divulgação

Mineiro de Caratinga, onde nasceu e passou a infância, Ziraldo é um dos artistas mais celebrados do Brasil, criador de histórias que desafiam o tempo e permanecem na memória de inúmeros leitores mundo afora. 

Neste sábado (24), o escritor, desenhista, cartunista e jornalista completa 88 anos, celebrando também as quatro décadas de publicação da primeira versão de "O menino Maluquinho", sua mais famosa e querida criação.

Para homenagear a data, a Editora Melhoramentos preparou uma edição limitada e de luxo da obra infantil. O livro está à altura da comemoração e dos ilustres aniversariantes.

A edição, com 120 páginas, é marcante e mostra a história do personagem que conquistou o público ao longo os anos. Possui hot stamping (método de impressão em relevo), acabamento cartonado, capa dura e miolo 4x4 cores. 

Os exemplares acompanham ainda um marcador de páginas tão maluquinho quanto o Menino e um paper art, para destacar e montar, que vira uma divertida lembrança.

O título que marca o aniversário do menino mais maluquinho do Brasil, então, pode ser considerado um item de colecionador e deve agradar aos fãs de todas as idades.

Personagem especial

Desde seu lançamento, em 1980, o livro "O menino Maluquinho" já teve 129 edições, espalhadas por mais de 10 países. Vendeu quatro milhões de exemplares, teve duas adaptações para o cinema, versões para o teatro, ópera e histórias em quadrinhos.

Legenda: História presente em "O menino Maluquinho" fala, de forma divertida, de relações familiares, de amizade, afeto e perdas
Foto: Divulgação

O garoto que usava uma panela na cabeça, tinha o olho maior que a barriga, fogo no rabo e vento nos pés fez a felicidade daqueles que com ele conviveram ao longo das últimas décadas e certamente continuará a incendiar a imaginação dos mais jovens.

É um trabalho que fala, de maneira direta, poética e divertida, de relações familiares, de amizade, afeto, perdas. E por isso, porque os sentimentos humanos não mudam, os novos tempos e novas tecnologias não foram e nem são barreiras para novos leitores. É um livro que não envelhece.

Marcante trajetória

Quando Ziraldo Alves Pinto lançou o livro que carrega seu principal personagem, estava fazendo 48 anos. Hoje completa 88 anos sempre envolvido em novas iniciativas, colaborando em diversas publicações. 

Apesar de nascer em Minas Gerais, foi no Rio de Janeiro onde fez carreira a partir dos anos 1950, trabalhando em vários jornais e revistas. Nos anos 1960, lançou a primeira revista em quadrinhos nacional, "A Turma do Saci Pererê".

Com outros humoristas, foi um dos fundadores do jornal "O Pasquim", tabloide que fez escola e mudou a linguagem jornalística brasileira. Seu primeiro livro infantil foi "Flicts", de 1969. É outro clássico, mas "O menino Maluquinho" foi seu maior sucesso editorial.

O Menino Maluquinho
Ziraldo

Melhoramentos
2020, 120 páginas
R$ 28,99 (disponível também nas versões capa dura, e-book e audiolivro)

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?