XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará homenageia Sérvulo Esmeraldo

O artista cearense completaria 90 anos em 2019 e sua obra "A Femme-Bateau" está na identidade visual do evento. A Bienal acontecerá de 16 a 25 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará

Legenda: O artista cearense Sérvulo Esmeraldo completaria 90 anos em 2019
Foto: Foto: Natinho Rodrigues

Um barco exalando fumaça, uma mulher com cabelos esvoaçantes ou uma sereia misteriosa. Quem vê a obra "Femme-Bateau", de Sérvulo Esmeraldo, pode ter interpretações múltiplas. A criação do cearense inspirou a identidade visual da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará. A edição, que acontece de 16 a 25 de agosto, no Centro de Eventos, homenageia o artista cratense que completaria 90 anos. 

"A Femme-Bateau do Sérvulo é poética, potente e tem uma relação afetiva com a cidade. É uma imagem muito interessante, que se transforma a partir da leitura que se faz dela; Ela traz esse caminho de possibilidades”, comenta Anna Dantes, editora carioca convidada para criar o selo da Bienal.

Legenda: Selo da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará inspirada na obra "Femme-Bateau", de Sérvulo Esmeraldo
Foto: Foto: Divulgação

No olhar da editora, o artista cearense, que começou sua trajetória fazendo xilogravuras, tem uma obra bastante gráfica. “Sua obra é uma escrita na cidade, suas esculturas ampliam muito o olhar entendendo relação entre formas, vazios, espaços e cores. É muito importante ter um artista como o Sérvulo inspirando todas as peças gráficas da Bienal. A arte cinética é uma espécie de narrativa, de força em movimento, tem uma relação bastante literária”, destaca Anna.

Memória 

A decisão de homenagear Sérvulo foi recebida com muita alegria por Dodora Guimarães, viúva do artista e presidente do Instituto Cultural Sérvulo Esmeraldo, criado em 2013 e responsável pelo acervo e legado do artista.

“É uma homenagem linda e, porque não dizer, também muito poética. Sérvulo amava os livros. Há inclusive um texto seu no qual ele se apresenta como um livro. Os livros sempre estiveram presentes na vida dele. Na infância e juventude ele foi muito influenciado pelos livros, como leitor e pesquisador. Os livros eram suas fontes de estudos para projetos que intuiu menino ainda”, lembra.

Neste 2019, quando ele completaria 90 anos de vida, o Ceará celebra o Ano Cultura Sérvulo Esmeraldo. A homenagem é fruto de um projeto de lei encaminhado pelo Governo do Estado e aprovado pela Assembleia Legislativa. 

Serviço
XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

De 16 a 25 de agosto, de 10h às 22h
Centro de Eventos do Ceará (Av. Washington Soares, 999 - Edson Queiroz)