Pianista Ricardo Bacelar fará live com repertório de música brasileira 

O cearense vai se apresentar ao vivo na próxima quinta (26), pelo próprio perfil no Instagram, dentro do projeto "Piano ao Pôr do Sol"

Os músicos seguem ajudando a população a lidar com a quarentena pelas redes sociais. No Brasil e em outros países, desde que a pandemia do coronavírus forçou as pessoas a se recolherem em suas casas, os artistas têm procurado se apresentar para seus seguidores pela ferramenta "live" ("ao vivo") do Instagram, dentre outros meios online. A movimentação ocupa criadores e público, no desafio de passar por esses tempos e, em paralelo, manter o ânimo. 

Na próxima quinta (26), às 17h, o pianista cearense Ricardo Bacelar fará uma apresentação transmitida pelo seu perfil no Instagram (@ricardo_bacelar), dentro do projeto "Piano ao Pôr do Sol". A convite da Secretaria de Turismo de Fortaleza, o cearense prepara um repertório de versões e de suas próprias composições.  

"Eu vou tocar músicas que já faço (nas apresentações ao vivo). Alguma coisa de (Heitor) Villa Lobos, Luiz Gonzaga, das minhas composições. Vou conversar um pouco também com as pessoas sobre a importância da música na vida. Como a gente pode usar dos benefícios da música, nesse momento, para se acalmar, trazer um certo conforto e bem estar", vislumbra o pianista.

Também advogado e produtor musical, Bacelar tornou-se conhecido no cenário da música brasileira como integrante do Hanói Hanói, formação clássica do rock dos anos de 1980. Hoje em carreira solo, ele preparava as composições do álbum sucessor de "Sebastiana" (2018), quando a necessidade de quarentena interrompeu o curso "normal" da vida. 

"Minha rotina foi afetada completamente. Tinha viagens marcadas, reuniões de trabalho. Mas estou trabalhando home office, resolvendo as coisas em casa", situa o músico. Bacelar endossa o isolamento e faz coro à medida preventiva recomendada por autoridades e especialistas em saúde pública. "Uma pandemia é muito grave, acho que as pessoas têm de ter a consciência de ficar em casa mesmo e tentar passar por isso da melhor forma possível", reflete.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?

Assuntos Relacionados