Cordel virtual mostra importância do autocuidado para evitar o câncer de mama

Valendo-se da campanha Outubro Rosa, Sesc e Academia dos Cordelistas do Crato lançam a publicação de modo a otimizar a saúde das mulheres

Legenda: A necessidade do autocuidado por parte das mulheres ganha generoso destaque na publicação
Foto: Ilustração de Maércio Siqueira

Não costumamos olhar para nós mesmos. Ainda que diante do espelho todos os dias, é raro um momento de observação atenta do próprio corpo. Com isso, nossa casa-organismo fica exposta ao surgimento de inúmeras adversidades que poderiam ser evitadas caso o autocuidado fosse uma prática frequente.

É essa a tônica de campanhas como o Outubro Rosa, cujo foco incide sobre maneiras de prevenir o câncer de mama. No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 59.700 novos casos da doença acometeram mulheres no ano passado, o que representa uma taxa de incidência de 51,29 casos por 100 mil pessoas.

A questão, portanto, é urgente e precisa ser trabalhada das mais diversas formas possíveis. Fruto da parceria do Sesc com a Academia dos Cordelistas do Crato, o "Cordel da Prevenção" chega para atuar como um guia, suscitando, por meio da tradicional forma de fazer poesia, melhores modos de evitar um diagnóstico indesejado.

Lançada na última quarta-feira (21), a produção – com capa assinada pelo xilógrafo Maércio Siqueira e versos de 10 cordelistas – pode ser conferida gratuitamente por meio do site oficial do Sesc Ceará, bem como a partir do Instagram da instituição. No revirar de 14 páginas, leitoras e leitores se debruçarão sobre profundas e oportunas reflexões.

Analista Assistencial da unidade cratense do Sesc, Warley Marques explica que, anualmente, a instituição abraça iniciativas feito essa dentro do programa Educação em Saúde, tendo em vista acreditar que a cultura e a arte são mecanismos de conscientização e prevenção.

"Pensamos que ligar arte e cultura aos processos de promoção de saúde torna a mensagem mais clara e atrativa, chegando a um número maior de pessoas", situa.

Ele diz ainda que a Literatura de Cordel - por fazer parte da cultura do Nordeste e, em especial, da região do Cariri - é capaz de atrair a atenção e o interesse de várias faixas etárias e camadas sociais, com linguagem simples e abordagem leve.

"Além disso, entendemos que é de fundamental importância difundir essa prática artística que é tão forte na região, e em especial, na cidade do Crato, tendo a Academia dos Cordelistas do Crato (ACC) como baluarte na preservação dessa cultura. Pensamos, então, em unir as duas vertentes nesse trabalho".

Desejo de multiplicação

Josenir Lacerda, cofundadora da ACC, tem uma produção compondo o folheto digital. De acordo com a artista, o sentimento é de extrema gratidão por poder utilizar a arte e a poesia como ferramentas eficazes de promoção da saúde.

"Pela importância do tema, que envolve utilidade pública, qualidade de vida e bem-estar social, a gente espera e torce que o cordel alcance um grande número de leitores, principalmente os do público-alvo, as mulheres. E que cada uma dessas pessoas também se sinta um multiplicador", torce.

Esse desejo fica proeminente em cada verso composto pela cordelista. Com muita engenhosidade, assim eles conclamam: "Cuidar é ato de amor,/ quem se protege, pratica./ Outubro Rosa é campanha,/ que orienta, comunica,/ e aos quatro ventos proclama:/ prevenir câncer de mama/ é meta, conselho e dica".

"Tenho em torno de 100 cordéis, com temas diversificados. Busco sempre atender à voz da inspiração e abordar temas que gerem reflexão, aprendizado, incentivo, motivação, alegria e que, de certa forma, atinjam positivamente o leitor", complementa.

Alcance

A publicação do "Cordel da Prevenção" gera perspectivas semelhantes em Anilda Figueirêdo, presidente da Academia dos Cordelistas do Crato, onde ocupa a cadeira de número 7. A artista e gestora explica que, englobando uma temática tão importante, "o cordel está realizando a função sagrada de informar a sociedade".

"O retorno da leitura está superando as expectativas. Isso porque falamos sobre a Campanha Outubro Rosa, o seu objetivo, a prevenção do câncer de mama e colo de útero, sintomas, tratamento e causas", pontua.

"Estamos esperançosos de que o nosso cordel dê o seu recado, abrangendo o maior número de leitores possíveis. E que o Outubro Rosa não seja lido somente este mês, mas em todos os meses do ano. Que ele seja esse veículo de informação a todas as pessoas. Vamos regar essa rosa para que ela floresça o ano inteiro", complementa a presidente.

Não à toa, o compromisso com o autocuidado seguirá pautando as atividades da casa. Para o próximo mês, em que se trabalha o Novembro Azul - com especial atenção sobre a saúde masculina - a ACC está organizando, também em parceria com o Sesc, mais um trabalho de orientação unido à beleza da poesia e a relevância que reveste o assunto.

"O câncer é uma realidade e é parte da vida das pessoas. Então, é preciso falar disso, e não se pode descuidar. A pandemia não pode ser um mecanismo de impedimento do cuidado, da procura e, se for realmente o caso, do diagnóstico precoce, pois a doença continua matando. Contudo, quando percebida no início, pode ser curada", dimensiona Warley Marques.

Legenda: Sesc Crato e Academia dos Cordelistas da cidade unidos na prevenção ao câncer de mama
Foto: Arquivo pessoal

Compromisso

A publicação de "Cordel da Prevenção Sesc: Outubro Rosa", além de enfatizar todos esses matizes, também sintoniza-se com uma importante conquista da Academia dos Cordelistas do Crato.

A casa está às vésperas de completar três décadas de existência – foi criada em 1991 – sempre atuante e atenta às questões que perpassam a arte e a sociedade, de um modo geral.

A ACC tem mais de mil títulos publicados e mais de um milhão de folhetos, levando o espírito do Nordeste para o mundo. Trazer mais uma produção à tona, e em um momento tão urgente, faz a chama do talento e do cuidado ficar cada vez mais forte. Presente.

Cordel da Prevenção Sesc: Outubro Rosa 
Academia dos Cordelistas do Crato 

Independente 
2020, 14 páginas 
Download gratuito por meio do site do Sesc-CE 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?