Belmonte, berço de Pedro Álvares Cabral, guarda a história dos últimos judeus secretos em Portugal

Patrimônio monumental e cultural da humanidade, a atrativa Belmonte, distante cerca de 300 quilômetros de Lisboa, reúne história e arquitetura medieval, herança judaica e paisagens perfeitas

Legenda: Candelabro de oito braços no Museu Judaico
Foto: FOTO: Centro de Portugal

A Pequena Belmonte, cidadela da família Cabral, responsável pela administração do castelo da vila durante séculos, tem história singular. Para uns, é o berço do português que chegou ao Brasil, em 1500. A ponto de Juscelino Kubitschek ter mandado erguer, em 1963, nas terras da Beira Baixa, uma estátua em homenagem ao velho navegador jogado depois ao ostracismo pelos reis.

Para outros, Belmonte representa o último refúgio dos judeus secretos de Portugal, onde o engenheiro Samuel Schwarz encontrou moradores a rezarem orações diferentes, clamarem pelo Eterno e louvarem Adonai. Uma religião em si, cheia de tradições, costumes e reminiscências.

Legenda: Sinagoga de Belmonte
Foto: FOTO: NILTON ALMEIDA

O ambiente acolhedor de Belmonte, suas singelas ruas e construções em pedra de xisto guardam memórias de uma história de intolerância, marca da Inquisição portuguesa, e de resistência, a fé mantida pelos marranos que se recusaram a seguir o catolicismo, a religião imposta.

A paz e tranquilidade nem de longe lembram os abafadores e afogadores, pessoas que "abafavam" ou "afogavam" os moribundos tanto para não sofrerem mais as dores das últimas horas como também para não denunciarem sua "gente da nação". Mas há quem desacredite da existência de figura tão macabra. Tudo parece ser lenda, menos Belmonte.

Legenda: No Museu dos Descobrimentos, instalado no Solar dos Cabrais, destacam-se os recursos visuais
Foto: FOTO: CENTRO DE PORTUGAL

Na Rota das Judiarias, Belmonte sobressai, expressando, de um lado, no Museu dos Descobrimentos, o orgulho português dos seus "achados"; e de outro, no Museu Judaico, a lição de que os homens têm o sagrado direito a escolher sua crença. Nas paredes do Museu, nomes de processados pelo Tribunal do Santo Ofício.

Para além das aventuras marítimas e da fé perseguida, mas renovada, o Museu do Azeite lembra os fazeres, os sabores e aromas da iguaria portuguesa, o Pelourinho avoca o poder da antiga vila, e o Ecomuseu do Zêzere alerta para a importância de manter o rio que dá vida a uma das mais belas paisagens de Portugal.

Legenda: Arquitetura imponente do Castelo de Belmonte
Foto: FOTO: NILTON ALMEIDA

Em pouco tempo é possível ver, andar e sentir Belmonte, sem esquecer de adentrar o castelo no qual reinavam os Cabrais, com sua belíssima janela de estilo manuelino, e conhecer a sinagoga dos cristãos-novos que voltaram a ser judeus. Hoje, por obra do destino, liderada pelo rabino brasileiro Avraham Franco, um judeu descendente de marroquinos.

Belmonte tem bons restaurantes, com típica comida portuguesa, e outra vantagem. Encravada no distrito de Castelo Branco, está muito próxima da Manteigas, no belo vale do Zêzere, e de Covilhã, Guarda, Abrantes e Tomar, onde é possível visitar uma das mais belas sinagogas dos tempos áureos do judaísmo que Portugal tentou extinguir.Sem dúvida, um roteiro instigante nesses tempos atuais de preconceito e de intolerância.

Legenda: Pedro Alvares Cabral ganha destaque por meio de escultura na pequena cidade portuguesa
Foto: FOTO: NILTON ALMEIDA

ROTEIRO

Localização
Belmonte é uma vila do distrito de Castelo Branco, distante 30 minutos da Guarda e a cerca de 300 quilômetros de Lisboa. Fica à margem esquerda do rio Zêzere, em plena Cova da Beira, no sopé da Serra da Estrela.

Como chegar 
A partir de Lisboa, o ideal é alugar um carro e seguir até Belmonte, em um percurso de aproximadamente 2h30. Dirige pela autoestrada A1 (em direção ao Porto) e depois pela A23, então, é só seguir as placas indicativas. Vale lembrar que se paga pedágio nesse percurso.

Legenda: Belmonte, cidade Centro de Portugal
Foto: FOTO: NILTON ALMEIDA

Saiba Mais
Para obter informações sobre atrações turísticas de Belmonte, acesse os sites: Museu Judaico; Museu dos Descobrimentos ; Museu do Azeite e Ecomuseu do Zêzere

Nas proximidades
O Centro de Portugal, região onde fica Belmonte, tem muitos destinos turísticos interessantes que valem a pena ser visitados: Aveiro, Coimbra, Viseu, Nazaré, Óbidos, Peniche, Tomar e Fátima, dentre outros. Com litoral apropriado à prática do surfe, aldeias históricas e gastronomia riquíssima, abriga, ainda, importantes patrimônios culturais reconhecidos pela Unesco. Mais informações: Centro de Portugal 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?