Belchior já foi tema de biografia, livros de memórias e homenagens

Em 2017, ano de sua morte, o cantor cearense ganhou biografia e livro sobre sua temporada no Rio Grande do Sul

Livros Belchior
Legenda: Livros Belchior

Dos grandes nomes da MPB, o cearense Belchior foi, certamente, um dos mais íntimos dos livros e da literatura. Antes mesmo de sua morte, em 2017, ele passou de leitor à personagem, numa obra coletiva em sua homenagem. Depois de sua morte, sua bibliografia tem se multiplicado.

Confira os destaques da estante dedicada ao rapaz latino-americano:

Vida e obra

Quando Antonio Carlos Belchior morreu, em abril de 2017, já estava avançada a pesquisa de Jotabê Medeiros para a uma biografia do cearense. "Belchior: Apenas um rapaz latino-americano" foi publicada pela Todavia, no fim daquele mesmo ano.

A testemunha

O advogado gaúcho Jorge Claudio Almeida Cabral também lançou um livro sobre o artista, no ano de sua morte. "Belchior: a história que a biografia não vai contar" trata dos seis meses em que o compositor viveu no sítio do autor, em Guaíba (RS), no ano de 2013.
https://www.youtube.com/watch?v=kf_CQvbHsm4

A irmã e o advogado

Ângela Belchior fez críticas aos livros de Jotabê Medeiros e de Jorge Cabral. Ela também deu sua versão da história do irmão famoso. Lançou "Belchior
Abraços e Canções", uma longa entrevista conduzida por Estêvão Zizzi, advogado especialista na defesa do consumidor.

Os fãs

"Para Belchior com amor" foi publicado meses antes da morte do homenageado, em seu aniversário de 70 anos. Organizado pelo escritor Ricardo Kelmer, reúne contos, ensaios, cônicas e depoimentos de Xico Sá, Gero Camilo, Ricardo Guilherme e Raymundo Netto.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?