Motoristas de ônibus fazem nova paralisação no Terminal do Siqueira

Os profissionais pedem reajuste de 15,8% em cima do salário

Escrito por Matheus Facundo, matheus.facundo@svm.com.br

Ceará
paralisação de motoristas no terminal do siqueira
Legenda: Terminal do Siqueira ficou fechado por volta de 2 horas no começo da tarde
Foto: Divulgação/Sintro-CE

Motoristas de ônibus realizaram uma nova paralisação no Terminal do Siqueira, em Fortaleza, na tarde desta terça-feira (21). A categoria fez uma assembleia com os profissionais para discutir os próximos movimentos em defesa ao reajuste salarial. 

Conforme Domingos Neto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro-CE), a paralisação começou às 13h30 e terminou por volta das 15h30. O terminal já está retornando a movimentação normal.

"A categoria rejeita a proposta do patrão e está aprovando as mobilizações e, possivelmente, a construção de uma greve geral", comenta o gestor. Segundo o Sintro-CE, houve ainda uma paralisação na garagem da empresa Fretcar. 

A manifestação mais recente ocorreu no último dia 15 de junho, no Antônio Bezerra. As movimentações começaram no dia 8 de junho, no Papicu, onde os profissionais alegaram que o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) não aceitou a proposta deles e decidiu parar as negociações. 

Reajuste 

De acordo com o presidente do Sintro-CE, a proposta deles é pedir 15,8% em cima do salário e 25% tanto no vale-alimentação quanto na cesta básica. 

Em nota, o Sindiônibus informou "que busca negociação para uma alternativa responsável diante da momentânea incapacidade das empresas de conceder aumentos salariais".

Eles citaram que o momento econômico atual é "desafiador" e disse que a expectativa é atender as reivindicações do Sintro-CE somente a partir de novembro de 2022.