Motoristas de ônibus fazem paralisação e fecham Terminal do Papicu

O ato durou até pouco depois das 10h30. O movimento no terminal já foi normalizado

Escrito por Redação,

Ceará
protesto e paralisação no terminal do papicu
Legenda: Os profissionais fecharam a saída do terminal e convocaram colegas de profissão para a paralisação
Foto: Reprodução

Motoristas de ônibus paralisaram as atividades e fecharam o Terminal do Papicu, em Fortaleza, para pedir melhores condições salariais para a categoria. Os trabalhadores convocaram o ato por volta das 9h desta quarta-feira (8). À tarde, os profissionais retomaram a paralisação.

A manifestação foi confirmada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro-CE). Segundo motoristas, as negociações salariais junto ao patronal, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), estão paradas, pois não foi chegado a um acordo. 

Nas redes sociais, à tarde, o Sintro adiantou que a insatisfação da categoria pode levar a uma greve.

Por nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) cita o momento econômico atual "desafiador" e informa que busca negociação para "uma alternativa responsável diante da momentânea incapacidade das empresas de conceder aumentos salariais".

"Com o objetivo de dar segurança aos funcionários e alguma estabilidade às empresas para manter o serviço de transporte e seus postos de trabalho, foi proposto garantir por seis meses a manutenção da Convenção Coletiva de Trabalho que venceu em 31 de maio de 2022, com todos os benefícios nela previstos. A expectativa é que a partir de novembro de 2022, as reivindicações do Sintro-CE sejam reavaliadas em um cenário mais favorável, que permita avanços salariais sustentáveis", diz o sindicato.

A paralisação dos motoristas de ônibus durou aproximadamente 1h, até pouco depois das 10h30, e retornou à tarde. O movimento no terminal está se intensificando novamente, com vários passageiros aglomerados.

Passageiros aguardam o fim das paralisações no Terminal do Papicu na tarde desta quarta-feira (8).
Legenda: Passageiros aguardam o fim das paralisações no Terminal do Papicu na tarde desta quarta-feira (8).
Foto: VCRepórter

Leia a nota do Sindiônibus na íntegra:

O Sindiônibus comunica que na manhã desta quarta-feira (08), o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro-CE) dirigiu uma paralisação de veículos no Terminal do Papicu. A ocorrência iniciou às 9h20 e durou aproximadamente 1 hora. Ao fim da paralisação, a frota de ônibus voltou a circular normalmente. 

No momento econômico desafiador que atravessa o país, especialmente o setor de transporte, altamente impactado pela alta descontrolada dos preços dos combustíveis, o Sindiônibus busca em negociação com o Sintro-CE uma alternativa responsável diante da momentânea incapacidade das empresas de conceder aumentos salariais. 

Com o objetivo de dar segurança aos funcionários e alguma estabilidade às empresas para manter o serviço de transporte e seus postos de trabalho, foi proposto garantir por seis meses a manutenção da Convenção Coletiva de Trabalho que venceu em 30 de abril de 2022, com todos os benefícios nela previstos. A expectativa é que a partir de novembro de 2022, as reivindicações do Sintro-CE sejam reavaliadas em um cenário mais favorável, que permita avanços salariais sustentáveis.

O diálogo estava em andamento e foi suspenso pela recusa do sindicato dos trabalhadores em aceitar a proposta. O Sindiônibus conta com a compreensão do Sintro-CE de que essa é a alternativa que pode trazer segurança às empresas e seus trabalhadores neste momento.

O Sindiônibus reitera que está sempre aberto ao diálogo e repudia qualquer ato que impeça o deslocamento da população.