Concurso de Música Jovens Talentos da Casa Vovó Dedé apresenta os 10 finalistas neste sábado

As apresentações e as premiações acontecem no Teatro Carlos Câmara. Além dos prêmios em dinheiro, os três primeiros colocados, mais um escolhido pelo público, levarão o Troféu Mansueto Barbosa

Legenda: Do concurso do ano passado: solistas concorrem a um dos quatro troféus Mansueto Barbosa, além da premiação em dinheiro

O Concurso de Música Jovens Talentos da Casa de Vovó Dedé chega à sétima edição. Neste sábado (9), às 17h, os 10 músicos finalistas se apresentam no Teatro Carlos Câmara (Centro). Os três primeiros colocados, escolhidos pelo júri especializado, concorrem ao Troféu Mansueto Barbosa, além da premiação em dinheiro. Um jovem talento ainda será escolhido pelo júri popular, e também receberá o troféu.

Os músicos são solistas, estudantes de música clássica. Neste ano, a organização recebeu 72 inscrições, de diversos estados do País, incluindo uma de Moçambique (África). A maioria dos inscritos é do Ceará e do Rio Grande do Norte.

No palco, os solistas serão acompanhados por um pianista, convidado pela organização. Este ano, o maestro Júlio Medaglia (SP) integra o júri especializado.

Os professores de música Márcio Landi (Uece), Ewelter Rocha (Uece), Heriberto Porto (Uece), Maria Angélica Ellery (Uece), Maria Juliana (UFC) e Vitor Duarte (UFC) completam o corpo de jurados.

É a primeira vez que o Júlio Medaglia participa. Como o concurso extrapolou os limites do Ceará, ano passado ele me disse que ficou feliz de saber da implementação de uma ação desse porte para a música clássica", conta Wagner Barbosa, diretor-executivo da Casa de Vovó Dedé.

O projeto tem foco na música clássica, linguagem afeita aos jovens estudantes da Casa. Para Wagner, o ensino artístico trabalha valores fundamentais em direção à inclusão social dos alunos. "Eles vão estudar música e abrem a mente de uma forma incrível. A formação é clássica, mas outros enveredam para a (linguagem) popular", situa o diretor.

Lacuna

Indagado se projetos de educação musical como o da Casa de Vovó Dedé compensam a fragilidade da presença do aprendizado artístico no currículo escolar, Wagner Barbosa fundamenta como o ensino complementa a formação da escola.

Legenda: A exemplo do que acontecerá este ano, todos os 10 finalistas do concurso, em 2018, foram certificados

"Você preenche o contraturno (escolar) com criatividade. Quem se dedica tende a não se envolver com a delinquência. A gente está de mãos dadas com o poder público, nesse sentido. É o que fazemos há 26 anos", atesta o diretor.

Serviço 
VII Concurso de Música Jovens Talentos 

Apresentação dos 10 finalistas ocorre neste sábado (9), às 17h, no Teatro Carlos Câmara (Rua Senador Pompeu, 454, Centro). Acesso gratuito.