IPVA 2022 sobe em média 21,3% no Ceará

Em nota, Sefaz-CE explica que o percentual representa a variação do valor venal dos veículos apurada na tabela Fipe, que serve de referência para o cálculo do imposto

Escrito por Ingrid Coelho,

Negócios
Legenda: Para quem efetuar o pagamento em cota única até 31 de janeiro de 2022, imposto terá desconto de 10%
Foto: Helene Santos

O Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) em 2022 vai ficar mais pesado para o bolso do consumidor cearense. Isso porque houve valorização média de 21,31% no valor venal dos veículos apurados para a tabela Fipe, utilizada pela Secretaria da Fazenda (Sefaz-CE) para o cálculo do imposto.

“De acordo com o levantamento anual feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) para a Secretaria da Fazenda do Ceará, a variação média do valor venal dos veículos foi de 21,31%. Essa pesquisa serve de parâmetro para o cálculo do IPVA”, diz a Sefaz-CE em nota.

A Pasta destacou que não houve alteração nas alíquotas do tributo. “O que houve foi uma valorização nos preços dos veículos usados, provocada pela alta do dólar e da inflação, bem como pela falta de componentes eletrônicos e queda na produção de veículos novos”, destaca a Sefaz-CE.

Pagamento

A Sefaz lembra que o pagamento do imposto em cota única até o dia 31 de janeiro de 2022 gera um abatimento de até 10% no valor. No ano passado, o desconto máximo para pagamento em cota única era de 5%.

Os abatimentos poderão ainda ser acumulados com o desconto do programa Sua Nota Tem Valor, que pode chegar a 5%. “Dessa forma, o pagamento à vista com bônus de pontuação máxima do Sua Nota Tem Valor resultará em até 15% de redução do valor do IPVA, enquanto o parcelado poderá chegar a 10%”, arremata a Sefaz-CE.

Para quem optar pelo parcelamento, a primeira prestação só tributo tem vencimento para o dia 31 de janeiro.

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DO IPVA 2022

  • Parcela única (desconto de 10%): 31 de janeiro
  • 1ª parcela: 10 de fevereiro
  • 2ª parcela: 10 de março
  • 3ª parcela: 11 de abril
  • 4ª parcela: 10 de maio 
  • 5ª parcela: 10 de junho

Em 2022, cerca de 2,34 milhões de veículos serão tributados. O Estado deve arrecadar R$ 1,45 bilhão. Do total recolhido, 50% pertencem ao Tesouro Estadual. Os outros 50% são destinados aos municípios onde os veículos estão licenciados.

Assuntos Relacionados