Ceará cria mais de 7 mil empregos em maio; veja ranking das cidades

No acumulado deste ano, o estado gerou 19.999 vagas com carteira assinada

Escrito por Redação,

Negócios
Carteira de trabalho
Legenda: Informações correspondem às vagas de emprego formais
Foto: Shutterstock

O Ceará gerou em maio deste ano 7.472 vagas de emprego formal. O número foi divulgado nesta terça-feira (28) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e é resultado da diferença entre as admissões (45.390) e demissões (37.918). 

No acumulado deste ano, o estado gerou 19.999 vagas com carteira assinada.

As cidades cearenses que mais geraram vagas em 2022 foram: 

  1. Fortaleza: 14.225
  2. Barbalha: 981
  3. Brejo Santo: 910
  4. Eusébio: 900
  5. Itapipoca: 635
  6. Quixeramobim: 453
  7. Crateús: 402
  8. Camocim: 400
  9. São Gonçalo do Amarante: 377
  10. Canindé: 374

Ranking do Nordeste

No Nordeste, a Bahia lidera o mercado de trabalho formal, com mais de 16 mil empregos gerados. O Ceará aparece em segundo lugar; e Pernambuco completa o pódio.

  1. Bahia:  16.342
  2. Ceará:  7.472
  3. Pernambuco:  6.508
  4. Maranhão:  4.910
  5. Rio Grande do Norte: 3.519
  6. Alagoas 3.435
  7. Paraíba:  3.128
  8. Piauí:  2.678
  9. Sergipe: 855
 

SETOR DE SERVIÇOS PUXA SALDO POSITIVO

Todos os setores pesquisados tiveram saldo positivo, segundo o Caged:

  • Serviços: 4.052
  • Construção civil: 1.898
  • Indústria: 878
  • Comércio: 556
  • Agropecuária: 88

Assuntos Relacionados