Série mostra como o Ceará se destaca na educação e pesquisa científica

Sotaque Cearense é veiculada toda quarta-feira na TV Diário e no YouTube do Diário do Nordeste

Escrito por Agência de Conteúdo DN,

Ceará
Legenda: Um dos destaques da série é a pesquisa da pele da tilápia como curativo para queimaduras
Foto: Natinho Rodrigues

A criatividade e inteligência são marcas do povo cearense. Para quem duvida, a dica é conferir o quarto episódio da série documental Sotaque Cearense, disponível no  YouTube do Diário do Nordeste.  

A série, transmitida todas as quartas-feiras de junho, às 21h, na TV Diário, traz uma investigação sobre a identidade do cearense em diversos aspectos, com base numa pesquisa feita pelo Sistema Verdes Mares. No episódio desta quarta, dia 22, a educação foi o foco, com ênfase para alguns feitos inovadores. 

Um dos destaques apresentados foi a pesquisa da pele da tilápia como curativo para queimaduras, projeto desenvolvido na Universidade Federal do Ceará (UFC). "O surgimento da pesquisa da pele de tilápia deveu-se ao fato de que aqui no Brasil, até hoje, estamos atrasados em relação ao tratamento local das feridas por queimadura e aí surgiu a ideia de utilizar a pele da tilápia, já que o Brasil é um grande produtor e 99% da pele da tilápia é um produto de descarte", explica Edmar Maciel, Médico e cirurgião plástico coordenador geral da pesquisa. 

Outra inovação produzida pelo Ceará é o capacete Elmo, criado durante a pandemia para evitar que pacientes infectados pelo coronavírus fossem transferidos para UTI. “É um equipamento simples, barato, essencial naquele período difícil que estávamos passando”, resume Carlos Egberto, Gerente do Senai IST entrevistado pelo documentário. 

Camila Forte, líder do Habitat de Inovação do Senai, analisa no documentário o impacto das iniciativas para a sociedade. “O capacete Elmo e a pele da tilápia são exemplos do que a gente chama de tríplice da inovação, quando a gente consegue colocar a academia, o setor produtivo e o governo juntos em prol de um resultado maior. Tanto o curativo à base de tilápia como o capacete se transformaram em inovação porque tiveram esse impacto positivo”, comenta. 

A série também aborda a fama do cearense nos concursos públicos, especialmente nos resultados do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). “Temos uma base preparatória muito positiva”, justifica Camila Forte. “Vale ressaltar que as escolas públicas do nosso estado vêm recebendo reconhecimento, mais investimentos e premiações ao longo dos anos. Essa qualidade de ensino só fortalece nossa base para que tenhamos resultados positivos”, avalia.   

Episódios 

Dividido em cinco episódios, o seriado Sotaque Cearense retrata diferentes aspectos da regionalidade do estado. Nos capítulos anteriores, foram abordadas a culinária local, as manifestações culturais e as crenças do povo cearense. Os episódios estão disponíveis no canal do Youtube do Diário do Nordeste.   

A série Sotaque Cearense tem o apoio da Universidade de Fortaleza, patrocínio da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e realização da TV Diário. Acompanhe também na TV Diário, próxima quarta-feira, às 21h.

Assuntos Relacionados