Dr. Cabeto: temos testes suficientes para todos os passageiros

Governo do Estado já monta a logística de atendimento, que deve rastrear os visitantes que desembarcarem no Aeroporto Internacional de Fortaleza

fotografia
Legenda: Passageiros de trechos domésticos suspeitos de Covid-19 também poderão realizar o teste em dois postos que serão instalados no saguão de entrada do aeroporto.
Foto: Camila Lima

A testagem em passageiros que chegarem à Capital em voos internacionais irá iniciar assim que as autorizações dos órgãos federais competentes forem expedidas, segundo Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, secretário da Saúde no Estado. Ele acrescenta que, caso todos os voos internacionais operados antes da pandemia no Aeroporto de Fortaleza voltassem, ainda haveria testes disponíveis suficientes.

"Nós conversamos com a responsável pela Fraport e, pela Fraport, isso (testagem) é plenamente possível. Foram separados locais para coleta e protocolo. Falta autorização da Anac e Anvisa. Dependendo disso, começa imediatamente", afirmou o secretário em entrevista exclusiva ao Sistema Verdes Mares na manhã desta segunda-feira (19).

Dr. Cabeto ainda revelou que, além dos passageiros de voos internacionais, viajantes de trechos domésticos suspeitos de Covid-19 também poderão realizar o teste em dois postos que serão instalados no saguão de entrada do aeroporto.

"Ou seja, aqueles que no desembarque apresentem febre ou outro sintoma, independente de voo internacional ou doméstico, podem fazer a coleta lá mesmo, preenchendo um cadastro digital para que o Estado possa monitorar e auxiliar no tratamento desses passegeiros", detalhou.

Ainda sem previsão de retorno da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o titular da Sesa ressaltou que irão cobrar o parecer, tendo em vista a urgência de começar os testes. "Nossa ideia é que inicie o mais breve possível, os voos já começaram, inclusive tem previsão de retorno de outros voos até o final do ano. Nós temos muita pressa para que isso aconteça o mais breve possível", reforçou.

Procuradas, Anac e Anvisa não deram retorno até esta publicação.

Logística

Conforme o protocolo, o teste a ser aplicado em passageiros e tripulação das companhias aéreas será o RT-PCR, cujo resulto deverá sair no mesmo dia da coleta. Dr. Cabeto pontuou que, a ideia inicial, seria que as pessoas esperassem o resultado em um local reservado no próprio aeroporto, mas ressaltou que isso dependerá da legislação.

"O segundo ponto  que elas possam ir para o hotel e lá aguardar no quarto o resultado. Aí sim nós tomaríamos as providências nos casos positivos. Mesmo os casos negativos vão ser rastrados durante todo o momento que estiverem em Fortaleza fazendo turismo. Nós temos hoje um sistema online, em que nós vamos cadastrar essas pessoas, e nosso setor de vigilância epidemiológica vai acompanhar todos esses que se tornarem positivos ou os que vierem a se tornar assintomáticos", esclarece.

Rede hoteleira

O secretário ainda lembrou que os funcionários da rede hoteleira do Litoral Leste e Oeste do Estado também serão testados. Na tarde desta segunda (19), ele se reunirá com a Secretaria do Turismo (Setur) e representantes da atividade para apresentar o protocolo.

"Nossa ideia é testar toda a rede hoteleira da zona leste e oeste, trabalhadores dos hotéis para darmos a garantia ao turista que é seguro e que nós cumprimos as normas de vigilância", disse Dr. Cabeto.

Ele ainda pontuou que, em contrapartida aos testes custeados pelo Estado, os hotéis vão ser visitados para garantir o cumprimento dos protocolos.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios