Bondinho da Beira-Mar tem pelo menos cinco investidores interessados; um deles da China

Segundo o secretário da Infraestrutura do Estado, Lúcio Gomes, cinco empresas foram contatadas

Foto: Helene Santos

O bondinho turístico que será construído em Fortaleza tem pelo menos cinco potenciais investidores interessados, incluindo um da China. A informação foi revelada pelo secretário da Infraestrutura do Estado, Lúcio Gomes.

"Nesse projeto do bonde nós ouvimos cinco potenciais interessados, até com gente da China", afirmou o secretário.

Projeto deve ter investimento de R$ 214 mi

O edital para a construção do bonde elétrico foi lançado na semana passada, com previsão de investimento de R$ 214 milhões. O bondinho deve ter dez paradas e ligar o Mercado dos Peixes ao Centro de Fortaleza, próximo ao passeio público.

Além da instalação do novo ramal de transporte, o projeto também inclui a necessidade de montar as intervenções previstas para rede de caminhos para pedestres, adequação geométrica de vias e interseções visando potencializar impactos urbanísticos da implantação do VLT.

Conforme detalha Gomes, o equipamento terá entre dois e três carros, o que permitiria transportar cerca de 230 passageiros.

Por se tratar de um projeto com finalidade de complementar a infraestrutura turística, o bonde contará com janelas panorâmicas que permitem a contemplação da paisagem ao longo do caminho, além de trafegar em baixa velocidade, a cerca de 20 km/h.

O recebimento das propostas iniciam em 28 de janeiro e a licitação deve demorar pelo menos um mês a partir dessa data para ser concluído. Depois de dada a ordem de serviço, as obras devem durar 15 meses.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios