Covid: Ceará zerou fila de espera por leitos na última quinta; hoje 6 pessoas aguardam vaga em UTI

No pico da pandemia, Estado chegou a transferir 1.200 pessoas num único dia, segundo o secretário da Saúde.

Legenda: Unidade de campanha anexa ao Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim.
Foto: Munique Freitas/Governo do Estado

Após uma segunda onda de Covid-19 mais demorada e com maior número de mortos, o Ceará vivencia uma redução acentuada nos indicadores da pandemia. A fila de espera por leitos de tratamento da doença, por exemplo, chegou a zerar na última quinta-feira (8).

A informação foi compartilhada pelo secretário estadual da Saúde, Dr. Cabeto, na live de atualização do decreto sobre liberação de atividades no Ceará, na tarde desta sexta (9).

Ontem não tínhamos nenhum paciente na fila de regulação, sendo transferido. Para se ter ideia, o Estado já chegou a ter 1.200 sendo transferidos no mesmo dia. Isso é sinal de que as pessoas estão colaborando e estamos tentando fazer a coisa certa.

Cabeto explicou que a redução nas internações é repercussão da menor demanda que vem chegando às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Segundo o gestor, os casos que chegam têm sido leves, provavelmente por efeitos da vacinação ou por serem infecções causadas por outros vírus.

VACINÔMETRO NO CEARÁ | COVID-19

Nesta tarde desta sexta, há 27 pacientes aguardando leitos, sendo 21 de enfermaria e seis de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), de acordo com a atualização às 13h da plataforma IntegraSUS, alimentada pela Secretaria da Saúde (Sesa).

Eles são contemplados a partir do surgimento de novas vagas nas unidades de saúde, por isso os dados oscilam ao longo do dia.

Em Fortaleza, há apenas quatro pacientes à espera de transferência: três esperam enfermarias e apenas um aguarda UTI. Essas são as únicas demandas em toda a Região Metropolitana, que é composta por 19 municípios e concentra a maior população do Estado.

Confira a lista de outras cidades:

  • Barbalha - 3
  • Itapipoca - 2
  • Juazeiro do Norte - 2
  • Mombaça - 2
  • Nova Russas - 2
  • Beberibe - 1
  • Camocim - 1
  • Cariré - 1
  • Crato - 1
  • Ibiapina - 1
  • Massapê - 1
  • Porteiras - 1
  • Sobral - 1
  • Tauá - 1
  • Tianguá - 1
  • Ubajara - 1
  • Umari - 1
  • Viçosa do Ceará - 1

 

Atualmente, o Estado dispõe de 5.205 leitos Covid, número 76,3% maior que os 2.951 de maio de 2020. UTIs estão disponíveis em mais de 20 municípios, em todas as cinco regiões de saúde do Ceará.

Cabeto lembra que, embora os números estejam melhorando semanalmente, isso “ainda não quer dizer que nós cearenses possamos relaxar”. 

Quero receber conteúdos exclusivos do Dias Melhores

Assuntos Relacionados