Campanha de vacinação infantil contra influenza e sarampo começa nesta terça-feira (12) em Fortaleza

A antecipação ocorre por causa do aumento do número de atendimentos de crianças com síndrome gripal

Escrito por Redação,

Ceará
Vacinação infantil contra influenza e sarampo em Fortaleza
Legenda: A prefeitura de Fortaleza informou que pretende vacinar cerca de 900 mil pessoas dos grupos prioritários
Foto: Saulo Roberto

A Prefeitura de Fortaleza anunciou que a vacinação contra influenza e sarampo para crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) foi antecipada.

A aplicação da vacina começa nesta terça-feira (12) nos 116 postos de saúde da Capital, em dias úteis, das 7h30 às 18h30. Nos fins de semana e feriados, o atendimento acontece conforme programação divulgada previamente no portal da Prefeitura.

A antecipação ocorre por conta do aumento do número de atendimentos de crianças com síndrome gripal, incluindo pneumonias de características mais graves, na rede municipal de saúde.

Os outros grupos prioritários devem aguardar o calendário da campanha.

Anteriormente, o público infantil seria contemplado somente na segunda fase da campanha, entre os dias 3 de maio e 3 de junho.

"O acolhimento de crianças com diagnóstico de pneumonia tem ampliado na rede municipal de saúde. Muitas apresentam quadros graves da doença. A vacinação tem um papel primordial na prevenção, por isso, precisamos ampliar a cobertura de todas as vacinas do calendário vacinal para proteger nossas crianças”, afirma Ana Estela Leite, secretária da Saúde do Município.

Em Fortaleza, até novembro de 2021, a cobertura das vacinas pentavalente, meningocócica e pneumocócica, que protegem contra infecções, chegou a 74%, 77% e 81%, respectivamente.

Vacina contra a influenza

A Prefeitura informa que pretende vacinar cerca de 900 mil pessoas dos grupos prioritários durante os dois meses de campanha, conforme a disponibilidade de imunobiológico.

A vacina contra a Influenza atua contra os vírus Influenza A (H1N1 e H3N2) e B. A vacina de 2022 sofreu alteração na cepa H3N2, conforme o vírus circulante no ano passado.

Vacina contra o sarampo

No esquema vacinal contra o sarampo, são aplicadas duas doses: a primeira com um ano de idade e uma segunda com um ano e três meses. A vacina tríplice viral atua contra o sarampo, caxumba e rubéola, e faz parte da rotina de imunização, por isso, está disponível durante todo o ano nos postos de saúde.

A Prefeitura reforça que todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano continuam recebendo a “dose zero”.

A campanha imunizará as crianças independentemente da situação vacinal. Mesmo as que já iniciaram ou completaram o esquema vacinal devem comparecer para receber a dose da campanha.

Serviço

Influenza

1ª fase (até 2 de maio):

  • Idosos com 60 anos ou mais
  • Trabalhadores da saúde
  • Crianças (6 meses de idade a menores de 5 anos)

2ª fase (3 de maio a 3 de junho):

  • Professores, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde; portadores de comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, rodoviário, urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas

Sarampo (campanha de seguimento)

1ª fase (até 2 de maio):

  • Trabalhadores da saúde
  • Crianças (6 meses de idade a menores de 5 anos)