Guia de bibliotecas em Fortaleza para os amantes dos livros e dos bons encontros

No Dia do Leitor, celebrado nesta sexta-feira (7), uma seleção de lugares onde a literatura faz morada permanente

Legenda: A Livro Livre Curió Biblioteca Comunitária é um dos espaços listados na nossa seleção
Foto: Fabiane de Paula

Ninguém duvida que a leitura é uma poderosa ferramenta para o conhecimento de si, do outro e do mundo. Em cada obra, universos e sentimentos inteiros são explorados, num movimento tão envolvente quanto mágico. Não à toa, o Brasil comemora, nesta sexta-feira (7), o Dia do Leitor, data que celebra um dos integrantes da longa cadeia do livro e da literatura.

Em Fortaleza, a oferta de espaços nos quais as palavras são protagonistas é ampla. Ocupando os mais diversos territórios, eles estreitam o contato não apenas com as letras como também com as pessoas e as realidades ao redor. O resultado são intensas e transformadoras conexões, atingindo públicos das mais variadas faixas de idade, gênero e classe social.

Abaixo, você confere a seleção preparada pelo Verso contemplando as bibliotecas da capital cearense. Uma forma especial de festejar o dia de quem dá o verdadeiro sentido aos livros.


Biblioteca Pública Estadual do Ceará (BECE)

Reinaugurada no ano passado, a Biblioteca Pública Estadual do Ceará (antiga Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel) já é um dos lugares favoritos dos amantes dos bons livros e encontros. Com mobiliário totalmente novo e em diálogo com o que há de mais moderno, o equipamento possui um acervo de mais de 100 mil títulos.

Por lá, é possível ler, brincar, estudar, navegar e conviver. Cada setor dá acesso livre às estantes de livros e à internet. Assim, os visitantes podem ver filmes, ouvir músicas, participar das inúmeras atividades culturais ou solicitar o empréstimo de obras – mediante a feitura da carteirinha da biblioteca.

Legenda: A BECE possui um acervo de mais de 100 mil títulos
Foto: Fabiane de Paula
Legenda: A BECE possui um acervo de mais de 100 mil títulos
Foto: Fabiane de Paula
Legenda: A BECE possui um acervo de mais de 100 mil títulos
Foto: Fabiane de Paula
Legenda: A BECE possui um acervo de mais de 100 mil títulos
Foto: Fabiane de Paula

Entre os setores disponíveis no local, estão Obras Raras, Periódicos e Microfilmagem; Obras Gerais, Coleção Ceará e Oficina do Fazer; Atualidades, Artes e Leitura Acessível; Infantil, Bebê BECE e Espaço Multiuso; e Laboratórios. Um recanto, no mínimo, imperdível.

 

Serviço
Avenida Presidente Castelo Branco, 255, Centro. Funcionamento: de segunda a domingo, das 9 às 16h, por agendamento (pode ser feito aqui). Telefone: (85) 3101-2545. Gratuito.


Biblioteca Municipal Dolor Barreira

Localizada em um dos pólos culturais da cidade, o bairro Benfica, a Biblioteca Municipal Dolor Barreira foi fundada em fevereiro de 1971 e, desde a data, é um importante espaço para a fruição da leitura e da literatura em Fortaleza. Em 2009, após ampla reforma para ampliação da estrutura, foi reaberta à população. No total, possui 15 mil volumes.

Neste mês de janeiro, a casa realiza uma programação especial voltada para o público infantil e juvenil. A ideia é que todas as bibliotecas municipais sigam o mesmo roteiro. Entre as atividades, estão contações de histórias, rodas de leituras compartilhadas, apresentação cênica de contos e de teatro infantil e cineclubes, além de oficinas criativas e tardes de brincadeiras.

Legenda: A Biblioteca Municipal Dolor Barreira foi fundada em fevereiro de 1971
Foto: Divulgação
Legenda: A Biblioteca Municipal Dolor Barreira foi fundada em fevereiro de 1971
Foto: Divulgação
Legenda: A Biblioteca Municipal Dolor Barreira foi fundada em fevereiro de 1971
Foto: Divulgação

O projeto “Biblioteca além do espaço físico”, com apresentação cênica de contos, poesias e crônicas, também será realizado no local, além de visita guiada.

 

Serviço
Av. da Universidade, 2572, Benfica. Realização de ações: de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h. Visita guiada: de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. Telefone: (85) 3105.1299. Gratuito.

Plebeu Gabinete de Leitura

Descrito como uma biblioteca social, o Plebeu Gabinete de Leitura funciona na sede da Associação Cearense de Imprensa (ACI) e reserva ao público um ambiente de bastante aconchego e imersão na arte da palavra. O espaço foi idealizado e é mantido por Adelaide Gonçalves, professora do departamento de História da Universidade Federal do Ceará (UFC).

A proposta da casa – com um acervo de 12 mil livros e centenas de documentos para leitura pública – é ser um lugar de liberdade e compartilhamento de ideias. Inaugurado em 1º de maio de 2012, o local foi idealizado como um espaço aberto aos trabalhadores do Centro da cidade, ou àqueles que passam por ali no dia a dia.

Legenda: A proposta da casa – com um acervo de 12 mil livros e centenas de documentos para leitura pública – é ser um lugar de liberdade
Foto: Isanelle Nascimento
Legenda: A proposta da casa – com um acervo de 12 mil livros e centenas de documentos para leitura pública – é ser um lugar de liberdade
Foto: Isanelle Nascimento
Legenda: A proposta da casa – com um acervo de 12 mil livros e centenas de documentos para leitura pública – é ser um lugar de liberdade
Foto: Reprodução/Facebook

O objetivo da biblioteca é fazer com que trabalhadores, pesquisadores e militantes possam ter acesso a livros, jornais e revistas com assuntos relacionados a temas como reforma agrária, movimento sindical, história do Ceará, memória de Fortaleza, imprensa operária, clássicos literários e filosóficos, entre outros.

 

Serviço
Rua Floriano Peixoto,735, 5º andar, Centro. Funcionamento: de segunda a sexta, das 8h às 17h. Gratuito. Mais informações pelo e-mail plebeuonline@gmail.com


Bibliotecas comunitárias

Geralmente localizadas nas periferias de Fortaleza, as bibliotecas comunitárias contam com iniciativa popular para continuar funcionando, transformando vidas, lugares e promovendo novas histórias para contar. Na Capital, são diversas as casas que promovem um novo olhar sobre o fazer literário distante dos espaços convencionais de fruição artística.

Entre as mais conhecidas, estão a Livro Livre Curió, na Grande Messejana; Biblioteca Viva, no Barroso; Biblioteca Adianto, na Barra do Ceará; a Okupação, no Antônio Bezerra; a Filó, no Santa Filomena; a Cia. Bate Palmas, no Conjunto Palmeiras;  a Papoco de Ideias, no Pici; a Quintal Cultural, no Bom Jardim; a Coisa de Preto, no José Walter;  a Viva a Palavra, na Serrinha; a Midiateca, no Jangurussu; e a Periferia Que Lê, na Granja Lisboa.

Legenda: O acervo de cada uma tem predominância de escritoras e escritores negros e periféricos, além de produções autorais
Foto: JL Rosa
Legenda: O acervo de cada uma tem predominância de escritoras e escritores negros e periféricos, além de produções autorais
Foto: Fabiane de Paula
Legenda: O acervo de cada uma tem predominância de escritoras e escritores negros e periféricos, além de produções autorais
Foto: Thiago Gadelha

O acervo de cada uma tem predominância de escritoras e escritores negros e periféricos, além de produções autorais – valorizando os artistas da própria cidade, ao mesmo tempo que apresentando ao mundo diferentes modos de fazer literatura. Recentemente, vale destacar, as bibliotecas mencionadas articularam um movimento para seguirem na ativa diante dos desafios da pandemia de Covid-19.

 

Serviço
Bibliotecas comunitárias de Fortaleza
Em diferentes espaços da cidade. Para contribuir com o movimento Biblioteca nazaria, basta acessar o perfil de mesmo nome, no instagram.

Biblioteca Cristina Poeta

Pertencente à Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Cultura (Secultfor), o equipamento tem acervo de aproximadamente 7.500 livros. Conta ainda com telecentro, que disponibiliza quatro computadores de acesso livre; sala multiuso, destinada a aulas, cursos e palestras; sala de leitura para estudos e espaço para estudos em grupo.

Há também um acervo específico dedicado à Literatura de Cordel, além de diretoria, recepção, copa, e banheiros feminino, masculino e acessível. Neste mês, o espaço promoverá atividades como a roda de conversa “As Comemorações da Festa do Dia de Reis” e o projeto “Cine Cultura”, com exibição do Filme “Reisado do Sertão do Ceará”.

Legenda: Pertencente à Prefeitura de Fortaleza, o equipamento tem acervo de aproximadamente 7.500 livros
Foto: Divulgação
Legenda: Pertencente à Prefeitura de Fortaleza, o equipamento tem acervo de aproximadamente 7.500 livros
Foto: Divulgação
Legenda: Pertencente à Prefeitura de Fortaleza, o equipamento tem acervo de aproximadamente 7.500 livros
Foto: Divulgação

Visita guiada, leitura compartilhada, oficina de pintura e de colagem e apresentação de teatro infantil completam a programação do mês de férias, com foco nos público infantil e infanto-juvenil.

 

Serviço
Rua Raimundo Ribeiro, no bairro Autran Nunes. Atividades e visita guiada em diferentes horários, de segunda a sexta, das 9h às 16h. Telefone: (85) 3452.3891. Gratuito

Cordelteca Maria das Neves Baptista Pimentel, da Unifor

Inaugurada em 2019, a Cordelteca Maria das Neves Baptista Pimentel, da Universidade de Fortaleza, é um espaço dedicado às produções histórico-culturais em formato de cordel. A casa homenageia a primeira mulher a publicar um folheto de cordel, em 1938.

Além disso, é o primeiro equipamento dentro de uma instituição de ensino superior, em Fortaleza, a catalogar, indexar, e organizar com cuidados especiais os folhetos de cordéis, objetivando uma maior preservação. O acervo soma 1.606 mil títulos no total, 3.173 deles localizados na  Biblioteca Central da Universidade.

Legenda: A casa homenageia a primeira mulher a publicar um folheto de cordel, em 1938
Foto: Ares Soares
Legenda: A casa homenageia a primeira mulher a publicar um folheto de cordel, em 1938
Foto: Ares Soares
Legenda: A casa homenageia a primeira mulher a publicar um folheto de cordel, em 1938
Foto: Ares Soares

As obras estão disponíveis para consultas locais pela comunidade em geral. Destaque especial: em 2018, a literatura de cordel tornou-se Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Com a  Cordelteca, o Ceará avança ainda mais em relevância nesse segmento.

Serviço
Localizada na Biblioteca Central da Unifor (1º Piso). Avenida Washington Soares, 1321, Edson Queiroz. Telefone: (85) 3477.3169

Biblioteca Infantil Herbênia Gurgel

As crianças em foco. Na Biblioteca Infantil Herbênia Gurgel – sob gestão da Prefeitura de Fortaleza – são elas as verdadeiras contempladas por todas as atividades e projetos da casa. Localizada no Conjunto Ceará, o equipamento tem grande impacto e sucesso na região.

Legenda: Localizada no Conjunto Ceará, o equipamento tem grande impacto e sucesso na região
Foto: Divulgação
Legenda: Localizada no Conjunto Ceará, o equipamento tem grande impacto e sucesso na região
Foto: Divulgação
Legenda: Localizada no Conjunto Ceará, o equipamento tem grande impacto e sucesso na região
Foto: Divulgação

Completando cinco anos de funcionamento em 2022, oferta ao público neste mês de janeiro ações envolvendo Brinquedoteca, Parquinho Infantil, Desenho e Pintura Livre, além do Cine Herbênia Gurgel, rodas de leitura compartilhada e atividades diversas, com karaokê, oficina criativa e tarde de brincadeiras diversas.

Serviço
Localizada na Rua 531, nº 25, 2ª Etapa do Conjunto Ceará. Atividades diversas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Telefone: (85) 3259.4370. Gratuito

Biblioteca Vila das Artes

Complexo cultural da Prefeitura Municipal de Fortaleza, a Vila das Artes possui uma biblioteca com mais de 1300 títulos, disponibilizando publicações sobre dança, teatro, audiovisual, entre outros.

Legenda: Complexo cultural da Prefeitura Municipal de Fortaleza, a Vila das Artes possui uma biblioteca com mais de 1300 títulos
Foto: Divulgação
Legenda: Complexo cultural da Prefeitura Municipal de Fortaleza, a Vila das Artes possui uma biblioteca com mais de 1300 títulos
Foto: Divulgação

O acesso para consulta é livre a qualquer interessado. No caso de alunos, é possível realizar empréstimo. Além da biblioteca, também existe uma videoteca que disponibiliza acesso a filmes e documentários de vários gêneros. 

Serviço
Localizada na Rua 24 de Maio, 1221, Centro. Mais informações pelo telefone (85) 3252-1444. Gratuito.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?