Seguro de carro: entenda os critérios que definem o preço; CEP e até multas são checados

Seguro de veículo pode aumentar até 100% dependendo de idade e sexo, por exemplo

Inúmeras são as variáveis que interferem no preço do seguro automotivo. Fora modelo e ano do veículo, os fatores de maior peso para o cálculo são a idade, sexo, CEP e histórico do motorista de acordo com Emir Zanatto, diretor de Operações da TEx, empresa de tecnologia que faz cotações simultâneas em 17 seguradoras para corretores. 

Endereço, histórico de criminalidade e preço da cesta de peças de reparo também são critérios fundamentais na avaliação do seguro. Em Fortaleza, segundo um levantamento feito pela empresa Bidu em sete bairros da cidade, a média do preço do seguro para o Onix é de R$ 2.318. O valor é o mesmo para os perfis masculino e feminino. Já em São Paulo, a média é equivalente a R$ 1.938 para o perfil masculino e R$ 3.254 para o feminino.

Tempo de veículo, histórico de multas e km são analisados

"O seguro do mesmo veículo pode aumentar em mais de 100% se compararmos um homem de 18 anos com uma mulher de 50 anos. Os jovens geralmente estão mais expostos a acidentes e também ao roubo e furto. Carros mais velhos também possuem o seguro mais caro devido ao alto custo de manutenção. Os mais esportivos costumam ainda apresentar um valor mais alto devido a maior incidência de roubo e maiores danos em uma colisão", acrescenta.

Outros pontos também são considerados, como quilometragem mensal, histórico de multas e utilização do veículo (se usa para trabalhar ou como meio de transporte para ir à faculdade).

Tem também os fatores como condutor adicional, tempo de experiência com a habilitação, estado civil e existência de dispositivos de segurança no carro, pontua Michele Alves, sócia e head de produto do Grupo Thinkseg, que integra a Bidu.

2 critérios que podem reduzir o preço do seguro 

"Uma das alternativas para o consumidor é procurar os veículos que são menos roubados em sua cidade e os que possuem um menor custo de manutenção. As seguradoras levam em conta esses fatores para calcular o valor do seguro. Outra opção é colocar um rastreador no veículo, o que geralmente reduz o preço do seguro", pontua Emir.

O recomendado é buscar um corretor que faça um comparativo entre as seguradoras, a fim de buscar a empresa que se encaixa melhor ao seu perfil e ao seu orçamento. No entanto, alguns quesitos são indispensável durante o ato do contrato, como cobertura para terceiros. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios