Romildo Rolim reassume a presidência do Banco do Nordeste

A decisão pela recondução foi confirmada nesta quarta-feira (24) pelo Conselho de Administração da instituição financeira

Legenda: Romildo havia sido substituído por Alexandre Borges Cabral.
Foto: Foto: Fabiane de Paula

O Banco do Nordeste voltará a ser presidido por Romildo Rolim. Ele foi reconduzido ao cargo de presidente da instituição pelo Conselho de Administração nesta quarta-feira (24). 

Romildo havia sido substituído por Alexandre Borges Cabral. Mas Cabral foi exonerado do cargo menos de 24 horas depois de assumir a presidência do BNB.

Com a saída de Cabral, Antônio Jorge Pontes Guimarães, diretor financeiro de crédito, acumulou cargos e ficou como presidente interino do Banco desde o último dia 3 de junho. 

Cabral havia sido escolhido pelo Governo Federal após negociações com partidos políticos no Congresso Nacional. Mas a publicação de uma reportagem do jornal Estado de São Paulo que indicava o administrador como alvo de uma investigação do Tribunal de Contas da União fez o Governo retroceder e confirmar a exoneração

Cabral ocupou a presidência do BNB por menos de um dia. 

Posse 

A expectativa é de que a cerimônia de posse de Romildo seja realizada ainda nesta quinta-feira (25).

Carreira 

Romildo é funcionário de carreira do BNB e tomou posse ainda em julho de 1989. Ele foi nomeado presidente do Banco ainda no governo de Michel Temer. 

Rolim é contador, administrador, especialista em Gestão Empresarial e em Normas Internacionais de Auditoria Interna, mestre em Avaliação de Políticas Públicas.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios