Receita libera consulta ao 2º lote de restituição do Imposto de Renda 2021 hoje

Depósitos da nova rodada de pagamentos vão ser feitos no dia 30 de junho

Legenda: Consulta pode ser feita pelo site ou aplicativo do Imposto de Renda
Foto: Fabiane de Paula

A partir desta quarta-feira (23), o contribuinte já pode consultar o segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2021. A consulta é liberada às 10h no site ou aplicativo da Receita Federal. 

No site, basta ir em "Meu Imposto de Renda", clique em "Consultar Restituição". O aplicativo "Meu Imposto de Renda" está disponível para Android e iOS. 

A nova rodada de pagamentos está prevista para o dia 30 de junho. O primeiro lote foi depositado no dia 31 de maio. 

Também será possível conferir se há ou não pendências que impeçam o pagamento da restituição, como malha fina. Caso uma ou mais inconsistências sejam encontradas na declaração, basta enviar uma declaração retificadora, corrigindo as pendências.

As declarações que apresentam inconsistência só são liberadas depois de corrigidas pelo contribuinte. 

Quem vai ser contemplado no 2º lote

Neste lote, são contemplados 4.222.986 de contribuintes, entre eles aqueles que têm prioridade legal (idosos acima de 80 anos, entre 60 e 79 anos,  com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave, e  cuja maior fonte de renda seja o magistério). 

Mais 2,9 milhões de contribuintes que não fazem parte dos grupos prioritários e entregaram a declaração até o dia 21 de março deste ano devem receber. 

CONFIRA CALENDÁRIO DA RESTITUIÇÃO

As restituições serão pagas em cinco lotes, assim como ocorreu no Imposto de Renda 2020. A Receita Federal espera concluir o pagamento de todas as restituições até setembro. 

  • 1º lote: 31 de maio 
  • 2º lote: 30 de junho 
  • 3º lote: 30 de julho 
  • 4º lote: 31 de agosto 
  • 5º lote: 30 de setembro

Depósitos 

Deste total, têm prioridade legal de restituição os contribuintes idosos, com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Se por algum motivo o crédito não for realizado, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil.

Neste caso, o cidadão pode reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo site, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Cerca de 390 mil contribuintes ainda não receberam a sua restituição de 2020 em razão de pendências em suas contas bancárias e têm saldo disponível para resgate ou reagendamento junto ao Banco do Brasil.

Após um ano, se o resgate não foi feito, deverá ser solicitado por meio do Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, disponível no e-CAC. O prazo para pedido de pagamento de restituição na Receita Federal é de 5 anos.

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios