Governo reduz pela metade o número de pessoas permitido em eventos sociais, culturais e shows

Decreto do último domingo deixou de detalhar informações sobre tais atividades na Região de Saúde de Fortaleza e informação foi confirmada pelo Governo do Estado

Réveillon de Fortaleza com Alok
Legenda: Mesmo com a capacidade máxima, cada evento deve respeitar o distanciamento entre os participantes para poder ocorrer
Foto: José Leomar

Os eventos sociais, culturais e shows estão limitados à quantidade máxima de 100 pessoas, na macrorregião de saúde de Fortaleza, segundo o decreto do último domingo (18). Antes, o máximo permitido eram 200 pessoas, conforme o Diário Oficial do dia 3. Procurado nesta quarta-feira (21), o Governo do Estado confirmou a redução no número máximo pela metade.

 

A justificativa do Comitê que delibera sobre os decretos de isolamento social é que a medida foi necessária para "controlar as aglomerações" observadas em várias regiões do Estado. A taxa de positividade aumentou em cinco regiões do Ceará, assim como a circulação viral da Covid-19 cresceu em Fortaleza.

No último domingo, o decreto publicado já trazia recomendações de mais rigor neste controle nos municípios de Crateús, Icó, Russas, Juazeiro do Norte e Tauá. Já no sábado (17), o próprio governador Camilo Santana publicou nas redes sociais cobrando medidas do Governo Federal em relação aos turistas que chegam no Aeroporto Internacional de Fortaleza.

Esportes

Ainda segundo informou o Comitê, os eventos esportivos não sofreram alteração e continuam seguindo a mesma regra publicada no último dia 3 de outubro no Diário Oficial do Estado. Ou seja, nos eventos esportivos são permitidas "até 300 pessoas (praticantes) em ambientes abertos e até 200 (duzentas) em ambientes fechados, sendo vedada 
a presença de público".

Congressos

Da mesma forma acontece com os eventos esportivos, que não são mencionados no decreto do dia 18 de outubro, os congressos também não sofreram alteração. Neste caso, a regra permite a reunião de até 400 pessoas em ambiente cujo espaçamento mínimo entre os participantes seja devidamente respeitado, seguindo o protocolo específico para o setor.

Macrorregião de Fortaleza

Integram esta área administrativa do Ceará os seguintes municípios, além da Capital:

Acarape, Amontada, Apuiarés, Aquiraz, Aracoiaba, Aratuba, Barreira, Baturité, Beberibe, Capistrano, Cascavel, Caucaia, Chorozinho, Eusébio, General Sampaio, Guaiuba, Guaramiranga, Horizonte, Itaitinga, Itapajé, Itapipoca, Itapiúna, Maracanaú, Maranguape, Miraíma, Mulungu, Ocara, Pacajus, Pacatuba, Pacoti, Palmácia, Paracuru, Paraipaba, Pentecoste, Pindoretama, Redenção, São Gonçalo do Amarante, São Luis do Curu, Tejuçuoca, Trairi, Tururu, Umirim, Uruburetama.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios