Governador Camilo Santana prorroga lockdown no Ceará até o dia 4 de abril

Dependendo dos indicadores de saúde, na próxima semana o Governo discutirá a reabertura gradual da economia a partir de 5 de abril

Governador do Ceará Camilo Santana ao lado do Secretário de Saúde Dr. Cabeto em live sobre a prorrogação do decreto e lockdown no estado do Ceará.
Legenda: Camilo Santana ao lado do Secretário de Saúde Dr. Cabeto em live sobre a prorrogação do decreto e lockdown no estado do Ceará
Foto: Reprodução

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, nesta sexta-feira (26), a prorrogação do isolamento social rígido por mais uma semana em todo o Estado. O novo decreto vale até o próximo dia 4 de abril, domingo de Páscoa. 

Camilo frisou que, durante a próxima semana, dependendo dos indicadores de saúde resultantes do lockdown, o Estado vai "discutir a previsão de retomada gradual das atividades não essenciais a partir de 5 de abril". 

Com a nova medida, Fortaleza chegará a um mês de lockdown.

O governador se reuniu, nesta sexta, com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19. 

Durante a transmissão, o secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto, apresentou dados que indicam que, graças ao isolamento, o Ceará está entrando em fase de estabilização da Covid-19.

A informação tinha sido adiantada ao Sistema Verdes Mares nesta quinta-feira (25). Por isso, enfatizou Camilo, "se a tendência continuar", a reabertura gradual da economia será discutida.

“Nossa decisão é manter (o lockdwon) por mais uma semana, aproveitando a Semana Santa. Vamos ter dois feriados e permanecemos no isolamento social rígido até o domingo de Páscoa”, disse o governador. 

A vigência do atual decreto de isolamento se encerra no próximo domingo (28).

Reveja o anúncio do governador

Lockdown no Ceará

O lockdown foi decretado no último dia 5 de março em Fortaleza. Após a escalada de casos da doença e internações, que pressionam os sistemas de saúde, a medida foi ampliada e passou a valer em todo o Estado desde o último dia 13 até 21 de março.

Depois, foi prorrogada até o dia 28. Com as renovações dos decretos, a Capital se aproximará de um mês obre medidas mais duras de isolamento social. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados