Ford: fechamento de fábrica em Horizonte pode afetar 470 trabalhadores

A marca cearense Troller foi incorporada à Ford em 2007

Legenda: Fábrica foi Inaugurada no fim da década de 1990 no município de Horizonte
Foto: José Leomar

Cerca de 470 trabalhadores cearenses podem ser afetados pelo fechamento das fábricas da Ford no Brasil. De acordo com o site da empresa, o número é o contingente de empregados alocados na unidade da Troller, em Horizonte.

Segundo o secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará, Maia Júnior, o Governo do Estado recebeu o comunicado de encerramento das atividades da mesma forma que a imprensa.

"Vamos tentar trabalhar para evitar isso e encontrar uma solução para manter a fábrica de alguma forma no Ceará", afirma.

Segundo ele, a unidade ainda deve continuar em operação até 31 de dezembro deste ano. No entanto, a Ford ainda não confirmou a informação.

Histórico

Inaugurada no fim da década de 1990 no município de Horizonte, a marca cearense Troller recebeu investimentos de aproximadamente R$ 18,5 milhões, gerando inicialmente 315 empregos diretos e 1,26 mil indiretos.

Em 2005, a marca realizou investimentos de R$ 30 milhões no desenvolvimento de novos veículos e motores, bem como na expansão da fábrica, que triplicou de tamanho e passou a contar com uma pista de testes de 100 mil metros quadrados.

Passando por dificuldades financeiras, a unidade foi vendida para a Ford em 2007 após um ano de negociações, que realizou um conjunto de investimentos no Brasil. Depois da aquisição, a produção da fábrica passou de 80 unidades para 150 por mês, um crescimento de 87% em quatro anos.

Segundo estimativa do então governador Cid Gomes, a Troller recebeu cerca de R$ 400 milhões em investimentos da Ford entre 2007 e 2011, o suficiente para ampliar em 1% o Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, que girava em torno de R$ 39 bilhões antes dos aportes.

Os recursos foram aplicados na expansão da produção dos veículos, na marca da empresa cearense e em estudos de novos mercados.

Em 2012, a Ford solicitou a Superintendência Estadual de Meio Ambiente (Semace) licença de instalação para ampliação dos galpões. O objetivo foi expandir a produção de veículos e utensílios. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados