Fiec manifesta preocupação com saída da Ford e informa que acompanhará caso

Entre as unidades afetadas está a fábrica de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza, que conta com produção da Troller

Com o anúncio de encerramento das fábricas da Ford no Brasil, feito na tarde desta segunda-feira (11), a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) manifestou “preocupação” e afirmou que “tomará conhecimento de todos os detalhes da operação e irá acompanhar o caso, trabalhando para o melhor desfecho possível”. 

Entre as unidades afetadas está a fábrica de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza, que conta com produção da Troller. A unidade possui cerca de 470 trabalhadores cearenses

“Hoje, 470 colaboradores trabalham diretamente na fábrica na produção do veículo off road, promovendo o desenvolvimento da região. Assim como o investimento em tecnologia, a geração de emprego e renda é absolutamente relevante para o Ceará, para a indústria, para os cearenses”, declarou a Fiec, em nota assinada pelo presidente Ricardo Cavalcante. 

O secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará, Maia Júnior, também afirmou que o Estado vai tentar evitar o fechamento. "Vamos tentar trabalhar para evitar isso e encontrar uma solução para manter a fábrica de alguma forma no Ceará", disse. 

Segundo ele, a unidade ainda deve continuar em operação até 31 de dezembro deste ano. No entanto, a Ford ainda não confirmou a informação. 

Interrupção imediata

A montadora já havia encerrado a produção na fábrica de São Bernardo do Campo (Grande São Paulo), que foi vendida para a Construtora São José. Agora, a empresa confirma a interrupção imediata das atividades em Camaçari (BA), onde produz os modelos Ka e EcoSport. 

A unidade de Taubaté (interior de São Paulo),que fabrica motores e transmissões, e em Horizonte, unidade em que produz o utilitário Troller T4, serão fechadas ao longo do ano. 

A produção será encerrada imediatamente em Camaçari e Taubaté, mantendo-se apenas a fabricação de peças por alguns meses para garantir disponibilidade dos estoques de pós-venda. A fábrica da Troller em Horizonte continuará operando até o quarto trimestre de 2021. Como resultado, a Ford encerrará as vendas do EcoSport, Ka e T4 assim que terminarem os estoques. As operações de manufatura na Argentina e no Uruguai e as organizações de vendas em outros mercados da América do Sul não serão impactadas", disse a empresa. 

Confira nota da Fiec na íntegra:

"É com preocupação que a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) acompanha a divulgação, por parte da Ford Motor Company, do encerramento das operações de manufatura no Brasil.

Tal medida afetará o Estado do Ceará, visto que foi anunciado que a FORD Brasil encerrará a produção na planta da fábrica da Troller em Horizonte, região metropolitana de Fortaleza, ficando em operação até o quarto trimestre de 2021. Hoje, 470 colaboradores trabalham diretamente na fábrica na produção do veículo off road, promovendo o desenvolvimento da região.

Assim como o investimento em tecnologia, a geração de emprego e renda é absolutamente relevante para o Ceará, para a indústria, para os cearenses.

A FIEC tomará conhecimento de todos os detalhes da operação e irá acompanhar o caso, trabalhando para o melhor desfecho possível.

Ricardo Cavalcante

Presidente da FIEC"

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios