Dinheiro do auxílio emergencial poderá ser movimentado via Pix, diz Banco Central

Medida vale a partir de 30 de abril para transações com titularidade diferente do beneficiário

Pessoas indo sacar auxílio emergencial em agência da Caixa Econômica
Legenda: O painel do Tesouro Nacional prevê pagamentos de R$ 44 bilhões em auxílio emergencial neste ano.
Foto: Fabiane de Paula

O Banco Central informou, nesta quinta-feira (22), que beneficiários do auxílio emergencial poderão usar o Pix para movimentar o dinheiro recebido. A medida vale a partir de 30 de abril. As informações são do portal G1.

Os beneficiários que recebem o auxílio não podem usar o Pix atualmente. O sistema, que faz transferências de recursos em tempo real, funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana, e não cobra tarifas para pessoas físicas.

"Tal excepcionalidade se faz necessária visando a proteção dos usuários, uma vez que tais recursos não podem ser objeto de descontos ou de compensações que impliquem a redução do valor do auxílio", afirmou o Banco Central, acrescentando que, apenas transferências para contas de mesma titularidade serão bloqueadas a partir da data. 

O valor do benefício, até o momento, está disponível apenas para pagamentos de boletos, compras utilizando o cartão de débito virtual e compras via QR Code.

Calendário do auxílio emergencial

O Governo Federal e a Caixa Econômica Federal anunciaram, na última quinta-feira (15), uma antecipação nas datas de saques da primeira parcela do auxílio emergencial. 

Com a mudança, a autorização para saques ou transferências desses valores pelos beneficiários será antecipada em até 18 dias, a depender da data de nascimento.

Pagamentos do auxílio emergencial

O painel do Tesouro Nacional prevê pagamentos de R$ 44 bilhões em auxílio emergencial para a população de baixa renda neste ano.

Com depósitos iniciados neste mês, o pagamento médio do benefício é de R$ 250, podendo oscilar entre R$ 175 a R$ 350. No ano passado, o Governo Federal pagou R$ 293 bilhões pelo auxílio.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios