Ceará assina 14º memorando de entendimento para produção de hidrogênio verde

Investimentos de empresas no setor já ultrapassam R$ 90 bilhões

Escrito por Redação,

Negócios
Legenda: Hub de hidrogênio verde deverá ser implantado no Complexo do Pecém, que já conta com 17 protocolos de entendimento assinados
Foto: Shutterstock

O Governo do Ceará assinou mais um acordo para produção de hidrogênio verde (H2V) nesta segunda-feira (13). Firmado com a AES Brasil, subsidiária da AES Corporation, que é uma das maiores empresas de energia dos Estados Unidos, este é o 14º memorando de entendimento do hub. 

Com isso, a empresa vai implantar uma planta do combustível limpo no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), em São Gonçalo do Amarante. Além disso, o acordo inclui a intenção de participação em pool de armazenamento de amônia e de utilidades a ser desenvolvido e implantado no futuro Hub.

Na ocasião da assinatura, o governador Camilo Santana ressaltou que a mudança da matriz energética é um passo importante para o futuro do meio ambiente e energético do Brasil.

"O Governo do Estado tem se empenhado fortemente para garantir as condições necessárias para que o Ceará se transforme em um grande Hub de produção de energias renováveis e de hidrogênio verde para o Brasil e para o mundo". 
Camilo Santana
governador

Para o vice-presidente da AES Brasil, Ítalo Freitas, o Ceará possui condições ideais para a produção do combustível a um custo competitivo. "AES, como tem o seu valor ajudar nossos clientes a se descarbonizar através de energias renováveis, também quer estar nessa indústria do futuro, que é a indústria do hidrogênio verde”, disse. 

Legenda: Assinatura do acordo aconteceu nesta segunda-feira (13)
Foto: Carlos Gibaja/Divulgação

Mais empregos para o estado 

Também presente no momento da assinatura, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Ricardo Cavalcante, pontuou que o investimento representa mais empregos para o Ceará. 

Com 14 memorandos de entendimentos já firmados, a expectativa é de que mais de 5 mil vagas sejam geradas ao longo da implantação das plantas. 

"Os grandes players mundiais estão vindo para cá. Toda essa estrutura que está sendo desenvolvida está chamando a atenção do mundo. Fico feliz porque a geração de emprego que nós iremos ter no setor industrial será cada vez maior”, ressaltou. 

Vejas as empresas que já assinaram memorando de entendimento com o Governo do Estado: 

  • Enegix Energy
  • White Martins
  • Qair
  • Fortescue
  • Eneva
  • Diferencial
  • Hytron
  • H2helium
  • Neoenergia
  • Engie
  • Transhydrogen Alliance
  • Linde
  • Total Eren
  • AES Brasil